Investidor Privado A sua semana dia a dia: Lisboa com muitas contas e Europa de decisões

A sua semana dia a dia: Lisboa com muitas contas e Europa de decisões

É uma semana recheada de resultados na bolsa de Lisboa. Mas pelo mundo, vai haver vários focos a estar atento, nomeadamente pelas decisões na União Europeia.
A sua semana dia a dia: Lisboa com muitas contas e Europa  de decisões
Alexandra Machado 16 de fevereiro de 2020 às 19:00
Segunda-feira Eurogrupo reúne ainda com Centeno
Os ministros das Finanças da Zona Euro reúnem-se para discutir a União Bancária, a situação da Irlanda e o crescimento e emprego. Ainda sob liderança de Mário Centeno, cujo futuro tem sido colocado no Banco de Portugal. No dia seguinte, é a reunião do Ecofin, que junta os ministros da mesma pasta de toda a União Europeia.  

Segunda-feira Wall Street celebra Dia dos Presidentes

As bolsas nos EUA estão fechadas, pela celebração do Dia dos Presidentes, que assinala o nascimento de George Washington.  

Segunda-feira Philip Lane em Lisboa

O economista-chefe do Banco Central Europeu vai estar em Lisboa, discursando sobre os desafios de medição e as necessidades analíticas de estatísticas externas: evolução ou revolução.  

Segunda-feira Chefe da diplomacia dos EUA em Angola

O chefe da diplomacia dos Estados Unidos da América, Michael Pompeo, está de visita a Angola, onde tem encontro marcado com o presidente João Lourenço. A 19 de fevereiro estará no Médio Oriente, passando pela Arábia Saudita.



Terça-feira Sentimento económico na Alemanha 

O sentimento económico da Alemanha vai ser revelado pelo ZEW, que mede a confiança dos investidores institucionais. O índice na medição de janeiro ficou nos 25,6 pontos, havendo a estimativa que suba para 30. Isto depois de se saber que no quarto trimestre a economia alemã estagnou, antecipando alguns analistas que possa contrair no primeiro trimestre, sofrendo, também, o impacto do coronavírus.

Terça-feira Galp divulga contas de 2019 

A Galp divulga os resultados referentes a 2019. A empresa já revelou que a produção de petróleo no quarto trimestre cresceu 21%, com os contributos positivos da atividade tanto no Brasil como em Angola. Mas a margem de refinação caiu 24%. Os analistas antecipam para 2019 lucros de 579 milhões. Nesse mesmo dia a petrolífera fará uma atualização do plano estratégico no "capital markets day".

Quarta-feira Minutas dos bancos centrais dão sinais

As minutas das atas da reunião da Reserva Federal norte-americana (FED) que decorreu a 28 e 29 de janeiro são reveladas. Nas mais recentes declarações, Jerome Powell mostrou-se otimista em relação à economia dos EUA. No dia seguinte, a 20 de fevereiro, serão revelados mais dados sobre a reunião de janeiro do BCE.

Quinta-feira Chuva de contas 
em Lisboa

Pesos pesados da bolsa portuguesa apresentam os resultados de 2019 a 20 de fevereiro: BCP, EDP e EDP Renováveis, Jerónimo Martins e ainda a Novabase. Os analistas acreditam que estas empresas vão ter subida dos lucros, à exceção da Novabase.

Quinta-feira Decisões na Europa?


Os líderes da União Europeia realizam uma cimeira de emergência para negociarem o pacote orçamental dos próximos sete anos. O primeiro-ministro António Costa já pediu um acordo rápudo: "Seria um mau sinal para a economia europeia que houvesse dúvidas em relação à continuidade do fluxo de financiamento de investimentos cuja realização são muito importantes, sobretudo quando se pretende levar a sério desafios como o das alterações climáticas, a transição digital e a melhoria da qualidade do emprego".


Sexta-feira Eleições no Irão e G20 em Riade


O Irão realiza as eleições parlamentares, esperando-se que os resultados sejam divulgados a 22 de fevereiro. Os rivais do presidente Hassan Rouhani, leais ao ultraconservador Ali Khamenei, devem dominar as escolhas. No Médio Oriente começará também a reunião dos ministros das Finanças e banqueiros centrais do G20, que se prolonga até 23.






Marketing Automation certified by E-GOI