Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Indicadores económicos avançados

Esta semana serão conhecidos importantes indicadores avançados de atividade económica

João Pisco 22 de Junho de 2020 às 13:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Indicadores económicos avançados

Esta semana serão conhecidos importantes indicadores avançados de atividade económica, que deverão confirmar que não só já teremos deixado para trás o pior momento desta crise como inclusive a recuperação está a ser mais rápida do que geralmente se esperava. Destaco em particular o Índice Industrial de Gestores de Compras (PMI) na Europa e nos EUA, relativo ao mês de junho. Não descarto que este indicador bata as expectativas e ultrapasse os 50 pontos, que separam a zona de contração da zona de expansão. Se assim for, poderemos afirmar de forma contundente que a recuperação económica, em particular do setor industrial, toma a forma de um "V", tal como sempre estimámos que iria acontecer. O bom é que já não estamos sozinhos nesta visão menos negra do mundo. Na semana passada a Suécia reviu em alta as suas previsões de crescimento do PIB e o Banco de Inglaterra reconheceu que a contração do PIB no segundo trimestre de 2020 afinal estará a ser menos grave do que se estimava.


Fintech

As fintech estarão sob particular escrutínio dos investidores esta semana, depois de uma das maiores empresas do setor ter anunciado o "desaparecimento" de 1.900 milhões de euros das suas contas. Trata-se da Wirecard, uma empresa alemã especializada em meios de pagamento digitais, cujas ações afundaram mais de 60% no dia do anúncio, a maior queda diária da história do DAX. Recordo que a Wirecard tinha sido protagonista de uma revisão simbólica dos constituintes do DAX em 2018, quando entrou para o clube das 30 principais empresas cotadas alemãs, ocupando o lugar do histórico Commerzbank. Este episódio foi visto por muitos, na altura, como uma vitória das fintech contra os bancos "tradicionais". Será o episódio da semana passada interpretado como uma derrota? Não sei, mas certamente é um sinal de que ainda há um longo caminho a percorrer para as fintech, sobretudo ao nível dos controlos de segurança e do "corporate governance".
Ver comentários
Saber mais Bull & Bear Fintech Indicadores económicos João Pisco
Mais lidas
Outras Notícias