Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Japão com avaliações atractivas

Os japoneses estão a dar sinais de regresso ao seu próprio mercado. Segundo a Whitechurch, isto explica-se porque as avaliações estão atractivas.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 26 de Dezembro de 2007 às 15:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os japoneses estão a dar sinais de regresso ao seu próprio mercado. Segundo a Whitechurch, isto explica-se porque as avaliações estão atractivas.

Mas os estrangeiros também têm visto no Japão uma aposta apetecível. O ING mostra-se optimista: "Prevemos que as empresas registem, em 2008, o maior crescimento dos resultados (8%) entre os países desenvolvidos. As bolsas japonesas estão também atractivamente avaliadas. Além disso, prevemos uma valorização do iene face ao euro".

O Barclays Capital salienta que não há muitas razões para esperar uma grande "performance" imediata. A UBS revela maior confiança, tendo revisto em alta a recomendação para o Japão para neutral, dadas as valorização mais atractivas e atendendo à pouca representação nas carteiras globais.

E que áreas estão mais atractivas? O analista Kazuyuki Teraodiz, da Allianz, espera que os lucros dos sectores financeiro e habitacional recuperem em 2008, o que contribuirá para o seu bom desempenho. "O mercado japonês de acções está muito barato e penso que é altura de os investidores de longo prazo comprarem", realça.

A Mitzuo Securities elege uma empresa de gestão de comércio electrónico como a sua preferida no Japão, a Rakuten. A empresa, que foi uma das pioneiras desta área no Japão, gera o seu volume de vendas a partir das comissões cobradas aos clientes e também às empresas listadas nos seus "websites". A expansão da banda larga tem sido uma das fontes de crescimento dos mercados "online" de todo o mundo, tendo esta empresa nipónica beneficiado igualmente da tendência. A internacionalização é a nova prioridade.

Outras Notícias