Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Painel de bolsa Jornal de Negócios: BCP é o banco com menor potencial em Lisboa

BBVA reviu "target" em alta, mas elege o BES como o preferido em Portugal

Negócios negocios@negocios.pt 30 de Maio de 2011 às 10:35
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O BCP é, na bolsa de Lisboa, o banco com menor margem de progressão, tendo em conta o preço-alvo médio conferido pelos bancos de investimento que integram o Painel de Bolsa do Negócios.

Face ao "target" médio de 0,64 euros, as acções do banco liderado por Carlos Santos Ferreira podem valorizar até 27%. O potencial de subida é, assim, o mais baixo do sector financeiro, no mercado nacional. Na semana passada, ficava ligeiramente acima da fasquia dos 20%.

Nas últimas cinco sessões, os títulos do banco recuaram. Perderam 2,81%, num movimento explicado, em parte, pelo destaque dos direitos do aumento de capital. Esta queda elevou a margem de progressão do BCP, para a qual contribuiu também o novo "target" do BBVA.

O banco de investimento espanhol elevou o preço-alvo em um cêntimo. Colocou-o em 0,49 euros contra os 0,48 euros que tinha atribuído a 31 de Janeiro. Este novo "target", apesar de inferior à cotação actual do BCP, ajudou a elevar o "target" médio do banco.

O BBVA reviu também os "target" do BPI e do BES. Desceu ambas as avaliações, mas afirma preferir o banco liderado por Ricardo Salgado, entre as três maiores instituições financeiras da bolsa de Lisboa. Com base no Painel de Bolsa do Negócios, o BES tem um potencial de subida de 37%, sendo superado pelo Banif e também pelo BPI. Este último é mesmo o que apresenta maior potencial. Face à avaliação média de 1,68 euros, as acções do banco podem valorizar 50%.




Ver comentários
Outras Notícias