Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Painel de bolsa Jornal de Negócios: Sonae Indústria mantém potencial mais elevado

Millennium IB e BESI cortaram preço-alvo da empresa após resultados

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Maio de 2011 às 09:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Se há empresa que tem liderado o Painel de Bolsa devido ao elevado potencial de valorização é a Sonae Indústria. E mesmo depois de dois bancos de investimento terem cortado o seu preço-alvo, a cotada liderada por Bianchi de Aguiar manteve a dianteira.

No mesmo dia, Millennium IB e BESI cortaram a avaliação da Sonae Indústria na sequência da apresentação dos resultados referentes ao primeiro trimestre de 2011.

Neste período, a Sonae Indústria registou prejuízos de 21 milhões de euros, uma redução face aos 35 milhões de euros do período homólogo. Estes dados levaram o Millennium IB a cortar o preço-alvo de 4 para 3,30 euros e o BESI a reduzir a avaliação de 2 ,00 para 1,7 euros.

A unidade de "research" do Espírito Santo Investment Bank considera que os resultados trimestrais da Sonae Indústria ficaram em linha com o esperado, mas alerta que as condições do mercado "são um problema crescente". "Devido ao aumento das preocupações com as condições do mercado a curto prazo, actualizamos a nossa visão sobre várias regiões da Sonae Indústria".

O BESI sublinha que a empresa "continua com um alto endividamento, o que se traduz numa queda de 15% do preço-alvo".

Os cortes realizados pelo BESI e Millennium IB reduziram o preço-alvo médio da Sonae Indústria de 2,99 euros para 2,73 euros por acção. Este valor confere aos títulos um potencial de valorização de 80%, o mais elevado entre as cotadas do Painel de Bolsa.

Ver comentários
Outras Notícias