Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemães compram maior fundição de ouro de Espanha por 57 milhões

O grupo britânico Vesuvius chegou a acordo para vender à alemã Heimerle + Meule a sua unidade de reciclagem e tratamento de ouro e prata, cujo principal activo é uma fábrica em Espanha. O valor do negócio é de 56,8 milhões de euros, avança o “Expansión”.

Guenter Schiffmann/Bloomberg
Negócios 28 de Março de 2013 às 18:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Heimerle + Meule, filial de metais preciosos do grupo alemão Possehl [conglomerado que opera em vários ramos de actividade], comprou aos britânicos da Vesuvius, por 56,8 milhões de euros, a fundição madrilena da Sociedad Española de Metales Preciosos (Sempsa), segundo o mesmo jornal.

 

Resta agora saber se a Comissão Europeia aprovará esta transacção, uma vez que até agora a Heimerle + Meule operava principalmente no centro da Europa, com receitas de 400 milhões de euros, sendo que a incorporação dos activos da Vesuvius lhe renderá 200 milhões extra em vendas, principalmente em Espanha, Reino Unido e França, sublinha o “Expansión”.

 

De acordo com a Vesuvius, “a Sempsa é a maior refinaria de metais preciosos em Espanha. A reciclagem de ouro em segunda mão foi um motor de crescimento nos últimos anos, sobretudo em França e Espanha”. E a crise teve o seu contributo especial, atendendo a que boa parte do ouro que entra na Sempsa provém de casas de penhores, sendo o metal precioso transformado em peças para fabrico de jóias ou em lingotes para os investidores.

 

Além da fábrica madrilena, a Vesuvius tem agências de distribuição e de recolha de material na capital espanhola, em Barcelona, Córdoba e Valencia.

 

A Sempsa foi fundada em 1920, tendo e 2000 sido adquirida pelo grupo britânico Cookson. No ano passado, a companhia foi dividida em duas e os activos em Espanha passaram para a Vesuvius.

Ver comentários
Saber mais fundição de ouro Espanha Heimerle + Meule Vesuvius
Mais lidas
Outras Notícias