Matérias-Primas BofA vê petróleo a cair para 40 dólares no terceiro trimestre

BofA vê petróleo a cair para 40 dólares no terceiro trimestre

Os analistas do BofA justificam a forte escalada do petróleo nas últimas semanas com factores sazonais e prevêem uma correcção para os 40 dólares por barril após o Verão.
BofA vê petróleo a cair para 40 dólares no terceiro trimestre
Bloomberg
Patrícia Abreu 21 de junho de 2016 às 10:15

Os preços do petróleo registam uma forte recuperação desde os mínimos de Fevereiro, com a matéria-prima a negociar acima dos 50 dólares no mercado londrino. Mas até onde podem chegar as cotações? Para o Bank of America Merrill Lynch já foram demasiado longe.

O banco de investimento diz que o "ouro negro" pode cair para os 40 dólares nos próximos meses.


O petróleo continua a negociar em máximos de Novembro, com a matéria-prima a disparar perto de 87% desde os mínimos registados este ano. Os analistas do BofA consideram que a rápida escalada dos preços da matéria-prima é justificada por "dinâmicas de procura sazonais", que continuam a ser um importante catalisador das cotações.


O aumento do consumo de gasolina devido à época de férias costuma sustentar a subida dos preços do petróleo nesta altura do ano. Os preços valorizaram 25% no segundo trimestre de 2015 e 3,7% em 2014.


A média de procura por gasolina em quatro semanas subiu para 9,6 milhões de barris por dia, na semana terminada a 10 de Junho, segundo dados divulgados pelo departamento de energia norte-americano. Mas, o BofA considera que este aumento é meramente sazonal e vê os preços do petróleo a negociarem abaixo de 40 dólares por barril até ao final do terceiro trimestre, após o Verão.


Perspectivas mais pessimistas para os próximos meses, que não se estendem, porém, para o resto do ano. O banco de investimento continua confiante na recuperação da procura e vê as cotações a acelerarem nos últimos três meses de 2016, fechando o ano em torno de 54 dólares por barril.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI