Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EUA e Índia impulsionam preços do ouro

Cotações do metal precioso registam maior subida de uma semana.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 09 de Abril de 2012 às 17:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O ouro está a ganhar terreno no mercado de futuros de Nova Iorque, sobretudo devido à especulação de que os EUA tomem medidas para impulsionar o crescimento depois de anunciado na semana passada que as entidades patronais contrataram menos trabalhadores em Março do que aquilo que era esperado.

Por outro lado, os joalheiros indianos terminaram uma greve de 21 dias, depois de o governo dizer que vai ter em conta as suas objecções a um imposto sobre ornamentos em ouro.

“A história dos estímulos [nos EUA] regressou”, comentou à Bloomberg um estratega da Integrated Brokerage Services, Frank McGhee. Além disso, acrescentou, “o fim da greve na Índia dará algum suporte físico ao ouro”.

Os futuros do metal precioso para entrega em Junho seguem a ganhar 1%, para 1.646,40 dólares por onça no mercado nova-iorquino, a caminho do maior ganho desde 30 de Março.

Em Setembro do ano passado, o ouro – tanto os contratos de futuros, negociados em Nova Iorque, como o spot, que é o de entrega imediata e é negociado em Londres – atingiu máximos históricos. Em Londres, esse recorde foi de 1.921,15 dólares por onça. Em Nova Iorque, foi de 1.923,70 dólares.

O metal amarelo está a ganhar terreno pelo 12º ano consecutivo, sendo a única matéria-prima com este desempenho. Vale-lhe o estatuto de valor-refúgio, que ganha nova força em tempos de crise, quando os investidores procuram alternativas ao mercado accionista, obrigacionista e cambial.
Ver comentários
Saber mais ouro metais preciosos
Mais lidas
Outras Notícias