Matérias-Primas Finanças detectam "centenas” de comerciantes de ouro ilegais - jornal i

Finanças detectam "centenas” de comerciantes de ouro ilegais - jornal i

A notícia é avançada pelo jornal i e explica que 36 comerciantes terão sido detectados com quase 500 mil peças de metais preciosos. Bens com uma avaliação global superior a 20 milhões de euros e que terão lesado o Estado em vários milhões em impostos.
Finanças detectam "centenas” de comerciantes de ouro ilegais - jornal i
Reuters
Negócios 09 de maio de 2016 às 12:02
A Inspecção Geral das Finanças realizou uma série de auditorias, nas quais detectou "centenas de operadores" de ouro ilegais. A notícia é avançada esta segunda-feira, 9 de Maio, pelo jornal i, que cita um resumo da auditoria publicado pelo organismo. Uma das conclusões é que apenas 36 comerciantes são responsáveis por lesar o Estado em 4,5 milhões de euros.

Isto porque os operadores em questão foram apanhados com 477.777 peças de metais preciosos, "com um peso total superior a 967 quilos e um valor global estimado de mais de 20,2 milhões de euros", cita ainda o jornal i. E terá sido no âmbito do IVA a pagar que os cofres públicos saíram lesados, "além de óbvias implicações em sede de IRS e IRC".

Esta auditoria surge numa altura em que o negócio do ouro sofre as consequências da queda do preço do metal. Após ter superado os 1.900 dólares por onça em 2012, o ouro vale agora 1.275,52 dólares. Uma redução de 33% que tem levado ao encerramento de centenas de lojas em todo o país, numa clara inversão da tendência registada no início da década.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI