Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gasolina pode baixar até quatro cêntimos. Gasóleo desce, mas menos

A queda acentuada dos preços do petróleo vai permitir reduções significativas nos preços de vendas dos combustíveis no mercado nacional na próxima semana. A descida será mais acentuada no caso da gasolina.

Reuters
Paulo Moutinho 20 de Novembro de 2015 às 18:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Tem um automóvel a gasolina? Então, se puder, não abasteça já. Espere pelo arranque da próxima semana, altura em que as petrolíferas vão actualizar os valores de venda dos combustíveis, com base nas cotações desta semana. Tendo em conta a queda dos preços do petróleo, ambos os produtos vão baixar, mas a gasolina tem margem para recuar até quatro cêntimos.

O petróleo afundou esta semana. Em Nova Iorque, o West Texas Intermediate (WTI) chegou a cotar abaixo dos 40 dólares, um mínimo de Agosto. Uma forte descida explicada pelo excesso de oferta no mercado que contagiou as cotações dos derivados desta matéria-prima, tanto a gasolina como o gasóleo caíram em bolsa. A descida mais expressiva foi a da gasolina: o preço médio da tonelada métrica caiu 9,95%, para 423,30 euros.


Esta forte descida, a maior desde Agosto, vai permitir que o preço de venda da gasolina nos postos de abastecimento nacionais possa registar uma descida até quatro cêntimos por litro, de acordo com os cálculos do Negócios, com base em dados da Bloomberg. Uma redução que deverá permitir anular os aumentos registados nas últimas semanas. A gasolina simples está a ser vendida a 1,366 euros, segundo a DGEG.


No caso do gasóleo, o combustível mais utilizado em Portugal, também haverá margem para uma redução do valor de venda, mas menos expressiva. O litro do diesel simples está a 1,141 euros. Pode baixar para 1,126 euros, ou seja, em 1,5 cêntimos, tendo em conta a queda de quase 4% das cotações nos mercados internacionais. Nos postos mais baratos do país, o diesel está a ser vendido a 1,025 euros.

Ver comentários
Saber mais combustíveis gasolina gasóleo mercado cotações petróleo simples "premium" normais preços
Outras Notícias