Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mau tempo e dados económicos impulsionam petróleo

O petróleo está a negociar animado pelo mau tempo na Europa e pelos dados económicos animadores divulgados nos EUA.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 08:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O petróleo inverteu a tendência de perdas que já chegou a registar hoje - quando corrigia dos fortes ganhos da última sessão - e está a agora a negociar animado pela chegada de mau tempo à Europa, que suporta o consumo da matéria-prima para aquecimento. Já nos EUA, os investidores estão a antecipar a divulgação de dados económicos animadores relativos ao desemprego.

Os contratos de crude estão a valorizar 0,51% para 89,32 dólares por barril, ao negociarem antes da abertura do mercado em Nova Iorque. Já o brent, que serve de referência para a Europa, avança 0,31% para 87,02 dólares por barril, ao negociar em Londres. Ambos os contratos estão a negociar em máximos de três semanas.

Os contratos de crude chegaram a depreciar esta manhã e a corrigir parte dos ganhos superiores a 3% da última sessão, depois de ter sido divulgado um abrandamento do consumo de petróleo pela terceira sessão consecutiva e de as reservas da matéria-prima terem crescido pela segunda semana seguida.

“Os dados norte-americanos foram muito positivos para os preços”, disse a analista de matérias-primas do Australia & New Zealand, Serene Lim, à Bloomberg. “As pessoas estão à espera de que os dados do emprego sejam bastante positivos e isso deve impulsionar também os preços do petróleo”, acrescentou.

No entanto, as expectativas de melhoria no mercado de trabalho levaram o petróleo a prolongar os ganhos. Um inquérito da Bloomberg indica que os economistas antecipam um crescimento de 145 mil empregos na economia norte-americana, no mês de Novembro. Relatórios do governo norte-americano revelaram já um crescimento da produção industrial e do número de salários na economia.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias