Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ouro cai para mínimos de cinco anos

O ouro registou uma desvalorização acentuada no início da sessão, esta segunda-feira. O metal precioso atingiu o valor mais baixo desde 2010, ao desvalorizar mais de 4%. Os outros metais também recuaram.

Reuters
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 20 de Julho de 2015 às 11:43
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

O ouro caiu esta segunda-feira um máximo de 4,2% para 1.086,18 dólares por onça, o valor mais baixo desde Março de 2010. A queda abrupta, com um recuo de mais de 40 dólares, ocorreu às 9h30 em Xangai, na abertura dos mercados internacionais. A matéria-prima continua a desvalorizar, pela oitava sessão consecutiva, mas abrandou o ritmo das perdas.

A expectativa de que um aumento das taxas de juro pela Reserva Federal (Fed) dos EUA irá ocorrer em breve está a provocar a queda dos preços dos metais preciosos, em particular do ouro. Uma subida dos juros faz apreciar o dólar, diminuindo a atractividade do investimento de refúgio face a outros activos. Adicionalmente, a China, o maior produtor mundial de ouro, revelou na sexta-feira um ganho nas reservas do metal precioso inferior ao estimado pelos analistas.
 

"Estamos a assistir à queda no mercado de metais preciosos, que acredita que a subida da taxa irá ocorrer em Setembro", disse Rob Haworth, à Bloomberg. "Foi surpreendente constatar que nem o terramoto na Grécia e na China foram capazes de fazer subir os preços", admitiu o estratega sénior do Bank Wealth Investment à agência de notícias. 
 

Além do ouro, também a prata, o paládio e a platina desvalorizaram esta segunda-feira, no início da sessão. A platina caiu um máximo de 4,7%, para 981,65 dólares por onça, o valor mais baixo desde Janeiro de 2009. O paládio perdeu 3% para 596,75 dólares por onça, o valor mais baixo desde Outubro de 2012 e a prata recuou 2,3% para 596,75 dólares por onça, um mínimo de Dezembro de 2014.

Após a queda abrupta na abertura dos mercados asiáticos, o ouro abrandou as perdas. Segue a cair 1,82% para 1.113,55 dólares por onça, pela oitava sessão consecutiva, a série de perdas mais longa desde 2009.

Ver comentários
Saber mais ouro Fed Reserva Federal dólar China metais preciosos prata paládio platina
Outras Notícias