Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai e negoceia para perto de mínimo de 5 semanas

A matéria-prima está a negociar perto de um mínimo de cinco semanas, pressionada pelos receios de que o abrandamento da economia norte-americana trave a procura de petróleo nos Estados Unidos.

Andreia Major amajor@negocios.pt 04 de Agosto de 2011 às 11:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres e referência às importações europeias, recua 0,67% para 112,47 dólares por barril, e é a terceira sessão seguida em que regista perdas.

Também em Nova Iorque o barril de crude WTI, negociado na Nymex, perde 0,71% para 91,28 dólares por barril, sendo a quinta sessão consecutiva de quedas.

Os receios de que o abrandamento da recuperação económica dos Estados Unidos poderá influenciar negativamente a procura de petróleo estão também a contribuir para a queda dos preços da matéria-prima.

O Departamento do Trabalho norte-americano irá publicar hoje um relatório que poderá mostrar que os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos subiram a semana passada, de acordo com a Bloomberg. O que poderá penalizar ainda mais a negociação do petróleo.

Ontem foram divulgadas as reservas da matéria-prima relativas à semana passada, e revelaram um aumento pela segunda semana, de acordo com os dados divulgados pelo governo norte-americano. O aumento das reservas está também a contribuir para a queda do petróleo.
Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Brent crude petróleo WTI
Outras Notícias