Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai mais de 2% e negoceia abaixo dos 90 dólares nos Estados Unidos

A perspectiva de um novo abrandamento da economia chinesa está a penalizar os preços da matéria-prima. Em Nova Iorque, o crude negoceia abaixo dos 90 dólares.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 08:03
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
O West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, perde 2,17% para os 89,84 dólares e o barril de Brent, transaccionado em Londres, perde 1,98% para os 104,71 dólares.

A matéria-prima segue, assim, em queda pela segunda sessão consecutiva penalizada pelas perspectivas de abrandamento da economia mundial e consequente queda da procura de produtos petrolíferos.

Um membro do banco central da China antecipou, esta manhã, que a economia do país pode voltar a desacelerar no terceiro trimestre deste ano. Entre Abril e Junho, o PIB chinês cresceu 7,6% - o ritmo mais lento em mais de três anos – e completou seis trimestres consecutivos de desaceleração.

Os dados económicos chineses têm um forte impacto na cotação da matéria-prima já que o país é o segundo maior consumidor de petróleo, a seguir aos Estados Unidos.

Um analista contactado pela Bloomberg explica que existem outros dois factores a influenciar o preço da matéria-prima. Por um lado, a crise da dívida da Zona Euro, agravada nos últimos dias pela situação em Espanha, e por outro, o excesso de oferta existente no mercado.
Ver comentários
Saber mais petróleo WTI Brent China crude Estados Unidos Londres
Outras Notícias