Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo em queda penalizado por especulação do aumento das reservas

A matéria-prima segue esta manhã em queda nos mercados de Londres e de Nova Iorque, penalizada pela especulação de do aumento das reservas de petróleo. O ouro negro recua de um máximo de três semanas.

Andreia Major amajor@negocios.pt 20 de Março de 2012 às 13:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres e utilizado como valor de referência às importações europeias, recua 1,39% para 123,96 dólares por barril.

Em Nova Iorque, o barril de crude WTI, negociado na Nymex, desvaloriza 0,98% para 107,03 dólares por barril.

A matéria-prima segue hoje a recuar de um preço máximo de quase três semanas em Nova Iorque, pressionada pelos sinais de que as reservas de petróleo nos Estados Unidos estão a subir e pela especulação de que a Arábia Saudita poderá aumentar a produção.

Um relatório do governo dos Estados Unidos que será divulgado amanhã poderá mostrar que as reservas de petróleo no país subiram para o nível mais alto em seis meses na semana passada, de acordo com a Bloomberg.

Segundo uma agência de notícias da Arábia Saudita, o país irá trabalhar com os consumidores e os produtores de crude para repor os preços “justos” no mercado.

“O mercado está actualmente bem fornecido de petróleo, mas as interrupções dos fornecimentos a iminente escassez da oferta do Irão estão a manter a incerteza elevada”, disse Hannes Loacker, analista do Raiffeisen Bank International, à Bloomberg. “Sem a intensificação do conflito no Irão, não se justificam mais aumentos dos preços do petróleo”, acrescentou.

Ver comentários
Saber mais petróleo Brent crude WTI crude Nova Iorque EUA Estados Unidos Londres Europa importações exportações matérias-primas EUA recuperação económica dados económicos
Outras Notícias