Matérias-Primas Portugueses vão menos à "bomba", mas põem mais combustível

Portugueses vão menos à "bomba", mas põem mais combustível

Em cada ida aos postos de abastecimento, os portugueses puseram, nos primeiros três meses do ano, uma média de 22,7 litros. São mais dois litros que no mesmo período de 2014.
Portugueses vão menos à "bomba", mas põem mais combustível
João Miguel Rodrigues/Cofina Media
Paulo Moutinho 09 de julho de 2015 às 13:35

A queda dos preços dos combustíveis, em resultado da descida das cotações da matéria-prima de base nos mercados internacionais, reduziu o número de idas aos postos para abastecer, de acordo com o estudo da Kantar Worldpanel para a APED. Mas aumentou em 10% os litros que os portugueses põem no depósito de cada vez que passam por uma "bomba".

 

"O estudo da Kantar Worldpanel revela uma quebra no número de abastecimentos" que passou de 7,5 para apenas sete durante o primeiro trimestre deste ano, nota a APED. Contudo, observou-se um aumento de 10% no volume médio de litros abastecidos em cada ida ao posto de combustível".

 

Se há um ano, em cada ida ao posto os portugueses abasteciam 20,7 litros de gasolina ou gasóleo, no arranque deste ano esse número passou para 22,77 litros. Um aumento que revela que em vez de reduzirem o gasto em dinheiro, os portugueses pagam quase o mesmo mas por mais combustível. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI