Matérias-Primas Quase um em cada três litros de combustível é abastecido nos hipers

Quase um em cada três litros de combustível é abastecido nos hipers

Dados da APED mostram que no primeiro trimestre do ano a quota de mercado dos hipermercados na venda de combustíveis aumentou. Está em níveis de 2013 graças aos preços mais baixos face às marcas de referência.
Quase um em cada três litros de combustível é abastecido nos hipers
Bloomberg
Paulo Moutinho 09 de julho de 2015 às 13:21

As empresas de distribuição continuam a ganhar quota no mercado de combustíveis. Quase um em cada três litros vendidos no mercado nacional durante os primeiros três meses deste ano foram abastecidos nos postos dos hipermercados, com os portugueses sensíveis aos preços inferiores praticados por estes. A diferença, no primeiro trimestre, foi em média de 9 cêntimos no conjunto da gasolina e gasóleo.

 

"A rede de postos das marcas da distribuição alcançou uma quota de 28,4% (em volume) e 27% (em valor) nos primeiros três meses do ano, números que comparam com quotas de 27,2% em volume e 26,3% em valor registados no primeiro trimestre de 2014", refere o estudo apresentado pela APED, realizado pela Kantar Worldpanel. A quota está no nível desde o segundo trimestre de 2013.

 

A liderança é maior na gasolina. Neste combustível, os hipers apresentam uma quota de 29% no volume de vendas, acima dos 23,1% da Galp Energia. No gasóleo, as grandes superfícies comerciais passaram a marca de referência no mercado nacional, fechando o trimestre com uma quota de 28,4% em volume. Em valor, contudo, a facturação da Galp continua a ser superior neste combustível: 28,3% contra 26,7% dos hipers.

 

Para este crescimento do peso dos hipermercados no mercado dos combustíveis contribui o facto de os preços praticados serem mais baixos dos que os comercializados pelas petrolíferas de referência. Apresentam um "preço médio por litro de 1,19 euros, inferior em nove cêntimos aos preços praticados pelas empresas petrolíferas", refere o estudo.

 

"A grande distribuição é quem está a passar para o consumidor o maior valor", diz Ana Isabel Trigo Morais. "Faz parte da abordagem deste sector" ao mercado de combustíveis, rematou a directora-geral da APED. "O preço é o grande ‘driver’ do consumo de combustíveis, tal como noutros bens de consumo", rematou.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI