Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reservas, crescimento dos EUA e frio impulsionam petróleo

O petróleo segue a ganhar terreno nos mercados internacionais. Em Londres, aproxima-se dos 94 dólares.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 23 de Dezembro de 2010 às 11:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As cotações do crude estão a subir pela terceira sessão consecutiva, sustentadas pelo crescimento económico nos Estados Unidos e pelas temperaturas mais frias no Hemisfério Norte.

O contrato de Fevereiro do West Texas Intermediate (WTI), “benchmark” para os Estados Unidos, segue a ganhar 0,14% no mercado de Nova Iorque, para 90,61 dólares por barril. No acumulado do ano, valoriza 14,13%.


Por seu lado, o Brent do Mar do Norte, crude de referência para a Europa, está a subir 0,14% % para 93,78 dólares.

O “ouro negro” está também a ser impulsionado pela divulgação, ontem, de uma queda superior ao esperado das reservas norte-americanas de crude na semana passada.

“As temperaturas nos EUA e Europa estão a sustentar os preços e houve mais uma forte queda dos inventários. Mas trata-se sobretudo de factores temporários e quando se dissiparem vejo riscos de que o petróleo regresse para cerca de 85 dólares em inícios do próximo ano”, comentou à Bloomberg o responsável pelo departamento de matérias-primas do Crédit Suisse, Tobias Merath.

No entanto, há analistas que consideram que em 2011 o crude regressará sem dúvida ao patamar dos 100 dólares por barril.

Ver comentários
Saber mais petróleo crude matérias-primas energia Brent
Mais lidas
Outras Notícias