Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Revisão das projecções da OPEP atira petróleo para queda de quase 2%

A matéria-prima está a acentuar as quedas nos mercados internacionais, depois de a OPEP ter revisto em baixa as projecções para a procura de petróleo produzido pelos seus membros

Reuters
Negócios 10 de Dezembro de 2014 às 12:46
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, desce 1,97% para 62,56 dólares, um valor próximo de mínimos de Julho de 2009. Já o Brent, negociado em Londres e que serve de referência às importações europeias, cai 1,75% para 65,67 dólares, estando próximo do valor mais baixo desde Setembro de 2009.

 

A OPEP antecipa os fornecimentos da matéria-prima por parte do cartel vão cair para o nível mais baixo dos últimos 12 anos em 2015, perante o enfraquecimento da economia, mas também a maior produção nos Estados Unidos.

  

"A revisão em baixa reflecte o ajustamento em alta aos fornecimentos de petróleo de países que não pertentem à OPEP [nomeadamente os EUA], bem como a diminuição da previsão para a procura mundial" diz a OPEP, acrescentando que o impacto da queda de 40% dos preços da matéria-prima nos mercados internacionais, este ano, vai ter na oferta e na procura de petróleo.

 

Esta quarta-feira, 10 de Dezembro, o Irão admitiu que os preços podem acentuar as quedas, caso a solidariedade entre os países que compõe a OPEP falhar. Um representante oficial do ministério do petróleo do Irão, segundo a Bloomberg, defende que o crude pode cair até aos 40 dólares por barril caso se verifique uma guerra de preços ou se surgirem divisões no seio da organização.

 

A OPEP reuniu-se no final de Novembro e, do encontro, não saiu qualquer decisão relativamente a um corte na produção. No entanto, a queda acentuada dos preços poderá ditar uma reunião de emergência nos primeiros meses de 2015 como escreve o Negócios esta quarta-feira.

 

Ver comentários
Saber mais OPEP Irão EUA petróleo matéria-prima energia
Outras Notícias