Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Urânio afunda nos mercados após acidente no Japão

Perspectiva de que o acidente na central nuclear de Fukushima, no Japão, leve os países a por em causa a viabilidade desta tecnologia para a obtenção de energia castigou os preços nos mercados internacionais.

Paulo Moutinho 15 de Março de 2011 às 15:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O preço do urânio afundou, depois do violento sismo no Japão ter provocado estragos nos reactores que libertaram radioactividade para a atmosfera. O acidente pode levar ao recuo da aposta mundial na energia nuclear.

As cotações desta matéria-prima deslizaram 9,8%, de acordo com dados da Bloomberg. Caíram para 60 dólares a libra-peso em sete sessões, até o início desta semana, abaixo dos 66,50 dólares na semana anterior.

Uma descida acentuada que é explicada pela situação no Japão. A libertação de radioactividade na central nuclear de Fukushima levou já responsáveis da China e da Índia a repensarem a energia nuclear.

A perspectiva de menor procura, pressionou as cotações do urânio que tem margem para continuar a cair. Pelo menos, é essa a perspectiva da Patersons Securities, que prevê que o preço do urânio atinja um mínimo de 50 dólares a libra-peso. Ou seja, pode recuar mais 16%.

A situação no Japão “aumenta a incerteza” para os próximos anos, no que respeita ao nuclear, disse Simon Tonkin, da Patersons Securities, à Bloomberg. Mas, o futuro da energia nuclear “parece-me brilhante. As pessoas precisam de energia. A China está a crescer”.

Ver comentários
Saber mais urânio nuclear Japão
Mais lidas
Outras Notícias