Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento da tensão na Ucrânia coloca Brent acima dos 110 dólares

O avanço do exército ucraniano sobre os separatistas russos está a levar a um aumento da cotação do petróleo de referência para as importações portuguesas.

Bloomberg
Negócios negocios@negocios.pt 24 de Abril de 2014 às 17:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A cotação do Brent, transaccionado em Londres, está a subir 0,84% para 110,03 dólares. O regresso da tensão na Ucrânia é o principal motivo para a valorização do barril de petróleo de referência para as importações portuguesas.

 

Os confrontos na cidade ucraniana de Slavynsk já causaram 5 mortos. Em causa está a acção das tropas ucranianas sobre os separatistas russos, de acordo com o Ministério do Interior de Kiev.

 

Para o Presidente russo, Vladimir Putin, o ataque das tropas ucranianas é um “acto de extrema gravidade contra o próprio povo”, que terá consequências, referiu o chefe de Estado aos jornalistas em São Petersburgo.

 

A subida da confiança dos empresários na Alemanha, ao contrário das expectativas dos analistas, também está a impulsionar a cotação do barril do Mar do Norte. 

 

No entanto, o principal foco dos analistas está na Ucrânia, conforme refere o director de reserach da Tradition Energy, Addison Armstrong: “os preços estão em alta por causa dos receios que os confrontos entrem numa espiral fora de controlo”. Citado pela Bloomberg, o analista realça que “há enormes reservas de petróleo nos Estados Unidos, o que deve travar um aumento dos preços”.

 

A cotação do West Texas Intermediate (WTI), transaccionado nos Estados Unidos, está a valorizar 0,54% para os 101,99 dólares.

Ver comentários
Saber mais Petróleo cotações Ucrânia Rússia matérias-primas
Mais lidas
Outras Notícias