Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento das sanções sobre a Rússia leva a subida da cotação do petróleo

As cotações do barril de petróleo estão a subir cerca de 1% em Londres e em Nova Iorque devido ao alargamento das penalizações aplicadas pelos Estados Unidos e pela União Europeia.

Negócios 29 de Abril de 2014 às 17:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Os preços do “ouro negro” estão a reflectir o aumento da tensão entre o Ocidente e a Rússia. O Brent, índice de referência para as importações portuguesas, está a valorizar 1,05% para 109,25 dólares. O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, está a subir 0,93% para 101,78 dólares.

 

Para o director da divisão de futuros da Mizuho Securities, Bob Yawger, os investidores estão a “reapreciar” as medidas tomadas pelos Estados Unidos e pela União Europeia, depois de, à primeira vez, se pensar que as decisões eram “demasiado fracas para terem algum impacto. Citado pela Bloomberg, Yawger referiu que os investidores estão “inquietos e a situação na Ucrânia continua a piorar”.

 

A União Europeia publicou esta manhã os nomes dos 15 cidadãos russos sancionados pelo organismo comunitário. Uma decisão que surgiu menos de 24 horas de os Estados Unidos terem sancionado mais sete cidadãos russos e 17 empresas do Kremlin.

 

Moscovo já garantiu que os Estados Unidos terão uma resposta “dolorosa” face a estas notícias.

 

Amanhã, 30 de Abril, serão conhecidos os dados semanais da Energy Information Administration relativos às reservas petrolíferas dos EUA. Os analistas consultados pela Bloomberg estimam um aumento do inventário do “ouro negro”.

Ver comentários
Saber mais Petróleo cotações Ucrânia Rússia Estados Unidos União Europeia matérias-primas
Outras Notícias