Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dados económicos da China pressionam petróleo

Os futuros de petróleo estão a perder território em Londres e Nova Iorque, com a divulgação da inflação na China a pressionar a perspectiva de estímulos económicos no segundo maior consumidor da matéria-prima do mundo.

Ken James/Bloomberg
Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 08:12

O petróleo está a perder território depois de a China ter divulgado um aumento do índice de inflação. O indicador aumentou o risco de que as autoridades da economia emergente contenham a adopção de medidas expansionistas para a economia.

 

Os contratos West Texas Intermediate (WTI) recuam 0,16% para 93,67 dólares por barril, ao terem negociados em Nova Iorque antes da abertura da sessão bolsista. O WTI recua dos máximos de quase quatro meses que atingiu na sessão de quinta-feira. Na Europa, os contratos de Brent recuam 0,44% para 111,40 dólares por barril.

 

“A inflação na China foi maior do que esperado o que pode contribuir para um pouco de risco e alguns estão a refugiar-se”, disse o analista de mercado de matérias-primas da OptionXpress, Ben Le Brun, à agência Reuters.

 

Os contratos que servem de referência para as importações de nos Estados Unidos da América renovaram um máximo na última sessão, com as subidas a serem justificadas pela redução da produção petrolífera na Arábia Saudita, segundo apurou a Bloomberg. A produção recuou 4,9% no mês de Dezembro no emirado, com os responsáveis a recearem que o aumento da produção nos EUA e Iraque reforcem em demasia a oferta.  

Ver comentários
Saber mais petróleo WTI Brent matérias-primas
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio