Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Irão enviou primeiro carregamento de petróleo para a Europa

Partiu esta segunda-feira o primeiro petroleiro enviado pelo Irão para a Europa desde que foram levantadas as sanções económicas. São dois milhões de barris comprados pela francesa Total.

Reuters
David Santiago dsantiago@negocios.pt 15 de Fevereiro de 2016 às 16:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

São cerca de 2 milhões de barris que estão a caminho da União Europeia (UE), naquele que é o primeiro carregamento de petróleo que Teerão envia para a Europa desde que foram levantadas as sanções aplicadas ao país devido ao programa nuclear iraniano.

 

O petroleiro foi fretado pela petrolífera francesa Total e partiu esta segunda-feira rumo à Europa, a primeira vez em mais de três anos que Teerão exporta petróleo para a Europa, no que é mais um factor a contribuir para avolumar o excesso de oferta da matéria-prima nos mercados e que têm contribuído para a tendência de quebra do preço do "ouro negro".

 

Segundo as autoridades iranianas, citadas pela Bloomberg e pelo Wall Street Journal, há já dois outros petroleiros que estão a ser carregados e que deverão partir em breve para o Velho Continente. Um deles foi fretado pela espanhola Cepsa e o outro por uma companhia russa.

 

Depois de verificadas as condições estabelecidas para a entrada em vigor do acordo alcançado entre Teerão e as potências representadas pelo P5+1, as sanções aplicadas ao Irão na sequência do prosseguimento do programa nuclear iraniano foram levantadas em Janeiro passado. Teerão rapidamente anunciou que iria elevar em 1 milhão de barris por dia a produção petrolífera do país que detém as quartas maiores reservas mundiais da matéria-prima.

 

A Bloomberg refere que Roknoddin Javadi, director-geral da National Iran Oil, revelou que para já Teerão tem planeados três carregamentos de petróleo para a Europa representativos de um total de 4 milhões de barris. O que está já a caminho para a Total (2 milhões de barris) e o restante para as empresas russa e espanhola.

 

Ao contrário da tendência que marcou as últimas semanas, o petróleo segue esta segunda-feira em alta nos mercados internacionais. Em Londres, o Brent do Mar do Norte, que é utilizado como valor de referência para as importações nacionais, está a subir 1,14% para 33,74 dólares por barril.

Ver comentários
Saber mais Irão União Europeia Tota Petróleo
Mais lidas
Outras Notícias