Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maior produção da OPEP dá início de semana "negro" ao petróleo

Após quatro sessões consecutivas de ganhos, o petróleo regressou às quedas esta segunda-feira. Uma sessão em que a matéria-prima está a ser pressionada pela expectativa de um aumento da produção, mas também pelos receios de uma maior deterioração da procura.

André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 01 de Fevereiro de 2016 às 08:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O petróleo está a perder valor na primeira sessão da semana. O preço da matéria-prima desvaloriza mais de 2% esta segunda-feira, 1 de Fevereiro, após um inquérito da Bloomberg revelar que a produção da Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP) terá voltado a aumentar. Já a China adensa os receios de uma deterioração da procura pelo petróleo.

O Brent, negociado em Londres, está a desvalorizar nesta sessão 2,47% para 32,79 dólares por barril. Já o West Texas Intermediate (WTI), em Nova Iorque, recua 2,25% para 35,18 dólares. Quedas acentuadas, numa sessão em que a matéria-prima está a ser pressionada pela expectativa de que a OPEP tenha voltado a aumentar a produção em Janeiro.

Segundo um inquérito da Bloomberg, a produção média diária terá atingido os 33,11 milhões de barris, num mês em que a Indonésia voltou a fazer parte da contabilização da organização, após sete anos de suspensão. A previsão é que este país tenha produzido 815 mil barris por dia. Por isso, mesmo sem a Indonésia, o resultado terá sido superior ao registado em Dezembro, quando a OPEP extraiu 31,7 milhões de barris diários.

Mas também a China está a pressionar a matéria-prima esta segunda-feira. Isto porque a actividade industrial no país caiu pelo sexto mês consecutivo, com o índice de gestores de compras (PMI) a recuar de 49,7 em Dezembro para 49,4 em Janeiro. Um sinal de que a procura por petróleo deverá continuar a retrair, numa altura em que a oferta no mercado não dá sinais de abrandar. 

Ver comentários
Saber mais petróleo OPEP Organização dos Países Produtores de Petróleo China Brent WTI matérias-primas mercados
Mais lidas
Outras Notícias