Petróleo Petróleo cai perto de 2% e prepara-se para fechar semana no vermelho

Petróleo cai perto de 2% e prepara-se para fechar semana no vermelho

A matéria-prima está a ser penalizada pelo aumento das reservas de crude nos EUA. As cotações seguem a desvalorizar perto de 2% depois de ontem o preço ter registado em Nova Iorque o maior recuo em mais de um mês
A carregar o vídeo ...
Patrícia Abreu 24 de março de 2016 às 10:51

Os preços do petróleo seguem a desvalorizar perto de 2% nos mercados internacionais, com a matéria-prima a preparar-se para fechar com o primeiro saldo semanal negativo desde meados de Fevereiro, depois das reservas de crude terem voltado a aumentar nos EUA.


O WTI cai 1,88% para 39,04 dólares por barril, tendo já chegado a descer 2,1%. Desde o início da semana, a matéria-prima desvaloriza 1%. Já em Londres, o Brent perde 1,75% para 39,76 dólares por barril, elevando para cerca de 3,5% a queda registada nas últimas cinco sessões.


A pressionar as cotações estão os dados divulgados nos EUA na quarta-feira relativos às reservas de crude. Os inventários subiram três vezes mais do que os analistas questionados pela Bloomberg antecipavam, segundo os números reportados esta quarta-feira, 23 de Março.


A Administração de Informação de Energia norte-americana revelou que os inventários no país aumentaram em 9,36 milhões de barris na semana passada para 532,5 milhões de barris, aumentado a expectativa de excesso de oferta no mercado.


Já as importações de petróleo aumentaram pela primeira vez em três semanas para 8,38 milhões de barris por dia, ao passo que a produção caiu para 9,04 milhões por dia, o nível mais baixo desde Novembro de 2014.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI