Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai mais de 1% pressionado pelo Japão

O Banco do Japão manteve a sua política monetária inalterada, frustrando as expectativas dos investidores que esperavam estímulos mais agressivos. Tanto em Nova Iorque como em Londres, o crude segue a negociar em terreno negativo, a perder mais de 1%.

Inês Balreira inesbalreira@negocios.pt 11 de Junho de 2013 às 19:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Em Nova Iorque, os contratos futuros do West Texas Intermediate, transaccionados nas plataformas electrónicas da Nymex, cedem 1,13% para 94,69 dólares por barril.

 

Já em Londres, o Brent, que serve de referência às importações nacionais, cai 1,65% para os 102,24 dólares por barril.

 

A pressionar os preços do petróleo está a decisão do Banco do Japão, que, na sua reunião anual, decidiu manter o seu programa de estímulos inalterado, aumentando os receios de que os bancos centrais estejam relutantes em anunciar novas medidas ou até mesmo comecem a reduzir os estímulos.

 

“Não vamos ver estímulos adicionais da parte do Japão e os mercados ficaram nervosos e começaram a vender”, considera Gene McGillian, analista e corretor na Tradition Energy à Bloomberg.

 

Esta quarta-feira, o Departamento de Energia dos Estados Unidos revela as reservas de crude da última semana. Os analistas consultados pela Bloomberg apontam que na semana passada as reservas tenham diminuído em 1,5 milhões de barris.

Ver comentários
Saber mais Petróleo WTI Brent EUA BoJ Japão
Outras Notícias