Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petrolíferas dos Estados Unidos emitem valor recorde em acções

As petrolíferas norte-americanas de pequena e média dimensão angariaram um valor recorde com a venda de acções no primeiro trimestre de 2015, para compensar a queda dos preços do petróleo, noticia o Financial Times.

Bloomberg
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 30 de Março de 2015 às 13:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Com a queda dos preços do petróleo, as petrolíferas tiveram que aumentar o seu financiamento, para equilibrar as contas. Segundo o Financial Times (FT), no primeiro trimestre de 2015, as pequenas e médias empresas norte-americanas do sector, optaram principalmente pela colocação de novas acções, em detrimento da emissão de obrigações.

 

As pequenas e médias empresas de exploração e produção de petróleo, incluindo as empresas de petróleo de xisto betuminoso, obtiveram 10,8 mil milhões de dólares (9,95 mil milhões de euros) no primeiro trimestre de 2015 através da emissão de acções, um valor recorde no sector. Segundo o FT, 22 empresas optaram por esta forma de financiamento, face a 11 empresas que recorreram à emissão de dívida, num valor de 9,08 mil milhões de dólares (9,03 mil milhões de euros). As fusões e aquisições neste sector, pelo contrário, diminuíram para o valor mínimo desde 2007.

 

Enquanto que nas grandes petrolíferas, a emissão de dívida continua a ser a opção preferida, as pequenas empresas, que têm geralmente "ratings" mais baixos, estão a optar cada vez mais pela emissão de acções. Entre as empresas que emitiram acções estão a Noble Energy, Newfield Exploration, Southwestern Energy e Laredo Petroleum, diz o Financial Times.

 

Segundo os analistas consultados pelo jornal, a capacidade de aumentar o capital através de acções este ano demonstra a continuação do interesse dos investidores no sector, apesar da queda dos preços do petróleo. "Os mercados de capital estão abertos, de uma forma que muitos não tinham previsto no início do ano", afirmou Osmar Abib, chefe do departamento de petróleo e gás no Credit Suisse, ao Financial Times.

 

O preço do barril de petróleo continua a desvalorizar esta segunda-feira nos mercados internacionais. O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, cai 1,35% para 48,21 dólares. O Brent negociado em Londres, recua 1,05% para 55,82 dólares. 

Ver comentários
Saber mais petróleo WTI Brent acções obrigações petróleo de xisto
Outras Notícias