Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura dos mercados: Bolsas e petróleo em queda. Juros da dívida em alta

As bolsas europeias estão a negociar em baixa ligeira, assim como o euro e o petróleo, que seguem com sinal vermelho. Os juros da dívida sobem na generalidade dos países do euro.

Os investidores que prefiram ficar longe do sobe e desce do mercado podem privilegiar uma abordagem mais defensiva. Os fundos multiactivos podem ser uma boa alternativa para quem pretende obter retornos, mas não quer assumir riscos demasiado elevados.

Os fundos multiactivos ajustam-se a praticamente todos os investidores, uma vez que existem produtos com uma estratégia de investimento mais defensiva, equilibrada e agressiva. Apesar da instabilidade registada nos mercados accionistas nas últimas semanas, são os multiactivos agressivos, com maior exposição ao mercado accionista, que apresentam as melhores rendibilidades. Rendem, em média, 0,9% nos últimos três meses. Já os fundos que privilegiam uma estratégia mais equilibrada somam 0,81%, segundo os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património (APFIPP).

Ao investirem em diversas classes de activos, estes produtos de poupança reduzem o risco resultante de oscilações bruscas nos mercados financeiros. Ou seja, se as bolsas mundiais registarem quedas acentuadas enquanto está a banhos, a exposição a outros activos, como a dívida ou cambial, vai atenuar o efeito negativo das acções na carteira. No entanto, caso os problemas nos mercados aliviem e as bolsas registem subidas elevadas, esses fundos não irão obter retornos tão expressivos.
Reuters
Rita Faria afaria@negocios.pt 23 de Abril de 2018 às 09:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Os mercados em números

PSI-20 desce 0,05% para 5.524,98 pontos

Stoxx 600 perde 0,20% para 381,08 pontos

Nikkei desvalorizou 0,33% para 22.088,04 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos sobem 2,5 pontos para 1,680%

Euro recua 0,16% para 1,2268 dólares

Petróleo em Londres cai 0,32% para 73,82 dólares o barril

Bolsas europeias em queda

As bolsas europeias estão a negociar em queda ligeira esta segunda-feira, 23 de Abril, dia em que os investidores vão estar atentos aos resultados das empresas relativos ao primeiro trimestre do ano.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, perde 0,20% para 381,08 pontos, penalizado sobretudo pelo sector alimentar e dos media.

Em Lisboa, o PSI-20 desce 0,05% para 5.524,98 pontos, depois de quatros sessões consecutivas de ganhos, que levaram o principal índice nacional para máximos de Fevereiro, na sexta-feira.

A penalizar estão sobretudo o BCP, que desliza 0,28% para 28,8 cêntimos, pelos CTT, que perdem 1,31% para 3,006 euros, e pelas empresas do grupo EDP. A casa-mãe recua 0,28% para 3,196 euros e a EDP Renováveis cai 0,13% para 7,895 euros.

Juros de Portugal sobem após decisões das agências de rating

Os juros da dívida portuguesa estão a subir esta segunda-feira, depois de a Moody’s ter mantido o rating de Portugal num patamar de investimento especulativo e a DBRS ter anunciado uma subida para dois níveis acima de "lixo".

 

A ‘yield’ associada às obrigações a dez anos sobe 2,5 pontos para 1,680%, em linha com a tendência da generalidade dos países do euro.

 

Em Espanha, os juros no prazo de referência sobem 2,2 pontos para 1,304%, em Itália avançam 1,5 pontos para 1,793% e na Alemanha aumentam 3,6 pontos para 0,626%.

 

Dólar sobe pela quinta sessão

O índice que mede a evolução do dólar face às principais congéneres mundiais está a subir pela quinta sessão consecutiva, colocando-o próximo do valor mais alto em um mês.

Esta evolução da moeda norte-americana acontece depois de o secretário do Tesouro Steven Mnuchin ter dito, no fim-de-semana, que está a considerar uma visita à China, aumentando a percepção de que a tensão entre os Estados Unidos e aquele país asiático está a aliviar.  

Petróleo em queda com aumento da exploração nos EUA

O petróleo está a negociar em queda nos mercados internacionais, penalizado pelos dados que mostram que o número de plataformas de exploração em funcionamento nos Estados Unidos aumentou em cinco, na semana passada, para um total de 820.

Estes números estão a anular o optimismo do mercado em torno do compromisso da OPEP de manter os cortes na produção apesar de o excedente já ter sido cortado em 97%.

Nesta altura, o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, cai 0,41% para 68,12 dólares, enquanto o Brent, transaccionado em Londres, recua 0,32% para 73,82 dólares.  

Ouro cai pelo terceiro dia

O ouro está negociar em queda pela terceira sessão, seguindo no valor mais baixo das últimas duas semanas. Isto numa altura em que as tensões na península coreana, e entre os Estados Unidos e a China estão a diminuir, afastando os investidores dos chamados activos de refúgio, como é o caso do ouro.

O metal amarelo cai 0,31% para 1.332,18 dólares e a prata desliza 0,35% para 17,0580 dólares.

Ver comentários
Saber mais Abertura dos mercados bolsas bolsa nacional PSI-20 Europa Stoxx600 matéria-primas petróleo WTI Brent ouro euro dólar
Mais lidas
Outras Notícias