Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura dos mercados: Possível subida de juros da Fed pressiona bolsas, petróleo e euro

As bolsas europeias estão a recuar esta quinta-feira após terem sido reveladas a minutas da Fed. O petróleo e o euro também estão com sinal negativo.

Bloomberg
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os mercados em números

PSI-20 desce 0,65% para 4.822,18 pontos

Stoxx 600 recua 0,44% para 336,08 pontos

Nikkei subiu 0,01% para 16.646,66 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal sobe 2,5 pontos base para 3,116%

Euro desce 0,03% para 1,1213 dólares

Petróleo perde 1,82% para 48,04 dólares por barril, em Londres

Bolsas europeias no vermelho

As principais praças europeias estão a negociar em terreno negativo. Há dois temas a dominar a atenção dos investidores: o desaparecimento de um avião das linhas aéreas egípcias (as acções por exemplo da Airbus e da Air France estão a recuar) e as minutas da Reserva Federal dos EUA que indicam que os juros podem subir já no próximo mês de Junho. O principal índice holandês lidera as quedas no Velho Continente, ao descer 1,34%, seguido do germânico DAX, que recua 0,91%. O Stoxx 600, índice de referência, desce 0,44%. O PSI-20 perde 0,65%, com as acções da Galp Energia em destaque. Os títulos da empresa desvalorizam 1,79% para 11,78 euros.

Na Ásia, o dia foi também de perdas, com as acções a ser penalizadas pelas informações das minutas da última reunião da Reserva Federal dos Estados Unidos. 

Juros sobem

Os juros da dívida pública portuguesa estão a subir no mercado secundário. As "yields" a dez anos somam 2,5 pontos base para 3,116%. Ontem Portugal foi ao mercado e voltou a colocar mais dívida do que o previsto. Num leilão de dívida de curto prazo, o IGCP vendeu um total de 1.830 milhões de euros, com os bilhetes do Tesouro (BT) a alcançarem uma taxa de 0,021%. Já o juro no prazo a 12 meses ficou nos 0,043%, sendo que a operação atraiu uma procura global de quase três mil milhões. 

Os juros da dívida alemã a dez anos somam 1,4 pontos base para 0,182%. O prémio de risco da dívida nacional está nos 291,0 pontos.

Euro perde terreno
O euro está a perder terreno face à divisa norte-americana após ser conhecida a possibilidade de uma subida da taxa directora nos EUA em Junho. O euro desliza 0,03% para 1,1213 dólares.

Reservas pressionam petróleo

O petróleo está a recuar mais de 1% nos mercados internacionais, após o departamento de Energia dos EUA revelar um aumento inesperado das reservas da matéria-prima na semana passada. As reservas cresceram 1,3 milhões de barris, após terem recuado na semana anterior, indicou a Administração de Informação de Energia norte-americana. Com o aumento da oferta, os preços da matéria-prima voltam a negociar em queda, afastando-se da fasquia dos 50 dólares. O Brent, negociado em Londres, segue a desvalorizar 1,90% ara 48,00 dólares por barril. O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, cai 1,64% para 47,40 dólares.


Ouro próximos de minimos
O ouro negociou próximo de mínimos de três semanas esta quinta-feira devido aos receios dos investidores em relação a uma possível subida dos juros por parte da Fed. Por esta altura, o ouro desce 0,29% para 1.254,80 dólares por onça.

 

Destaques do dia

Bruxelas dá folga orçamental a Costa. Bruxelas adiou decisão sobre sanções a Portugal e relaxou metas orçamentais. No entanto, a Comissão considera que o Governo está ainda longe dos novos objectivos. Nova pressão em Julho.

 

Comissão Europeia: cão que ladra mas não morde? Não é a primeira vez que eleições num país travam decisões em Bruxelas, mas provavelmente esta foi a primeira vez em que tal foi assumido de viva voz. A credibilidade da Comissão, como guardiã das regras do euro, resistirá incólume?

 

Carlos Liberato Baptista: "Temos custos de saúde privada assustadores". A alteração da tabela da ADSE fez soar os alarmes entre sindicatos e prestadores privados. Os custos dos privados são especialmente altos em Portugal, defende o director-geral da ADSE, que os quer baixar.

 

Português a bordo do avião da Egyptair que desapareceu no Mediterrâneo. Haverá um português entre os 66 passageiros do voo MS804 da companhia aérea egípcia Egyptair que esta quinta-feira desapareceu dos radares no mar Mediterrâneo durante a viagem entre Paris e o Cairo.

 

CMVM só decide se há auditor na OPA ao BPI em Setembro. Isabel dos Santos pediu um auditor independente para fixar preço da OPA, mas por lei, CMVM só pode decidir quando avaliar registo da oferta. Prazos do CaixaBank empurram decisão do supervisor para o final do Verão. Catalães querem BPI cotado.

 

Maus créditos da casa podem dar sanções ao gestor de conta. Até ao próximo ano, entrarão em vigor novas regras relativas aos empréstimos à habitação. A venda dos créditos será alvo de maior escrutínio. Os gestores vão ter de estar registados.

 

Euribor negativa faz disparar dúvidas dos clientes. Os pedidos de esclarecimento solicitados ao Banco de Portugal sobre o indexante ao crédito à habitação em valores negativos mais do que triplicou, no ano passado.



O que vai acontecer hoje

 

Relatos do BCE. Um dia depois de terem sido publicadas as minutas relativas à última reunião de política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos, o BCE publica os relatos da última reunião, realizada a 21 de Abril.

 

Dados nos EUA. Do outro lado do Atlântico serão publicados indicadores económicos como os novos pedidos de subsídio de desemprego, na semana passada.

Ver comentários
Saber mais abertura dos mercados petróleo Brent Crude West Texas Intermediate euro juros da dívida pública mercado secundário
Outras Notícias