Mercados num minuto Fecho dos mercados: Pessimismo com guerra comercial abala bolsas. Libra em máximo de seis meses

Fecho dos mercados: Pessimismo com guerra comercial abala bolsas. Libra em máximo de seis meses

O pessimismo demonstrado pela china quanto ao acordo comercial com a Europa dita o desânimo nas bolsas. A libra ganha força com perspetivas renovadas de avance o acordo para uma saída ordeira do bloco europeu.
Fecho dos mercados: Pessimismo com guerra comercial abala bolsas. Libra em máximo de seis meses
Ana Batalha Oliveira 18 de novembro de 2019 às 17:19

Os mercados em números

PSI-20 desceu 0,08% para 5.263,61 pontos

Stoxx 600 caiu 0,11% para 405,61 pontos

S&P500 desvaloriza 0,08% para 3.117,92 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos aliviaram 2,3 pontos base para os 0,345%

Euro avança 0,29% para 1,1083 dólares

Petróleo em Londres cede 1,03% para 62,65 dólares o barril

 

EUA-China atiram Europa de volta às perdas

O agregador das 600 maiores cotadas europeias, o Stoxx600, voltou às perdas e caiu 0,11% para 405,61 pontos. O sentimento negativo surge agora que o pessimismo acerca do acordo comercial entre os Estados Unidos e a China retorna. A alimentar a desconfiança estão notícias de que Pequim estará reticente quanto à capacidade de ambos os países poderem chegar finalmente a um entendimento. No domingo, um ministro chinês disse que ambos os países estariam em negociações avançadas. Mas esta segunda-feira, 18 de novembro, um outro membro do Governo da China disse que Pequim duvidava que Trump cedesse e, por isso, um acordo seria difícil de alcançar.

Em Lisboa, o PSI-20 contou a quarta sessão consecutiva de perdas e desceu 0,08% para 5.263,61 pontos, pressionado em grande medida pelo BCP.

Juros voltam a aliviar

Os juros a dez anos da divida portuguesa aliviaram 2,3 pontos base para os 0,345%, contando a segunda sessão com a taxa remuneratória em queda. No caso da referência europeia, a dívida alemã com maturidade de uma década, a tendência foi equivalente: um alívio de 0,1 pontos base para os -0,337%. O prémio das obrigações germânicas face às portuguesas ficou, desta forma nos 68,2 pontos.

Libra em máximo de seis meses contra o euro

A libra atingiu um máximo de 6 de maio ao subir 0,50% para os 1,1664 euros, embora entretanto a subida tenha moderado para apenas 0,18%. A sustentar a força da moeda britânica está a informação, avançada pelo primeiro-ministroo britânico, Boris Johnson, de que os membros do partido conservador assinaram uma declaração onde se comprometem a votar no acordo do Brexit alcançado por Johnson caso este seja eleito nas eleições antecipadas que estão marcadas para meados do próximo mês.

Já contra a "nota verde", a moeda britânica está a valorizar pela quarta sessão consecutiva, ao avançar 0,51% para os 1,2963 dólares. As subidas já chegaram aos 0,68%,o que levou a libra a tocar um máximo de 22 de outubro.

O dólar também perde, neste caso pela quarta sessão consecutiva, contra a moeda única europeia. A divisa norte-americana está a ceder depois de Donald Trump ter confirmado no seu Twitter que dialogou com o presidente da Reserva federal, Jerome Powell, e que taxas de juro negativas foram abordadas.

Petróleo retrai sem novidades da guerra comercial

O barril de Brent, negociado em Londres e referência para a Europa, está a descer 1,03% para os 62,65 dólares. O barril londrino afastou-se do nível mais alto atingido desde o dia 23 de setembro no qual cotou na passada sexta-feira.  A incerteza acerca do futuro do acordo comercial entre Estados Unidos e China, o qual tarda em trazer novidades definitivas, deixa os investidores novamente cautelosos e com receio de que um abrandamento económico a nível mundial ajude a um excedente da oferta de petróleo decorrente de previsíveis quebras na procura.

Níquel em mínimo de mais de três meses

O níquel caiu 2,1% para os 14,655 dólares por tonelada e desceu a um mínimo de dia 7 de agosto depois de terem sido detetados sinais de excesso de oferta e descida nos preços do aço inoxidável na China. A nação oriental é a maior produtora deste metal que pode conter níquel, o que afeta do lado da procura.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI