Automóvel T-Roc leva produção de automóveis a duplicar em Abril

T-Roc leva produção de automóveis a duplicar em Abril

A produção automóvel não tem travões em Portugal. Em Abril, o número de veículos produzidos duplicou, principalmente com o contributo dos T-Roc fabricados na Autoeuropa.
T-Roc leva produção de automóveis a duplicar em Abril
Tiago Varzim 17 de maio de 2018 às 16:39
Apesar de várias paragens e do conflito laboral, a Autoeuropa continua a dar um impulso à produção automóvel em Portugal. Os dados da ACAP (Associação Automóvel de Portugal) divulgados esta quinta-feira, dia 17 de Abril, mostram que, em comparação homóloga, a produção automóvel duplicou no mês de Abril. Foram produzidos 25.523 veículos ligeiros e pesados em Portugal.

"A produção automóvel nacional continua a apresentar um forte crescimento em relação ao período homólogo", afirma a ACAP em comunicado, assinalando "um novo crescimento acima dos três dígitos (108,5%)". Ou seja, a produção automóvel duplicou. Em Abril do ano passado tinham sido produzidos 12.243 automóveis.

Apesar da evolução positiva do mercado, a associação nota que a produção de veículos pesados voltou a cair. Esse efeito foi compensado pelo "comportamento muito positivo na produção de veículos ligeiros", que beneficia da produção do novo modelo T-Roc na Autoeuropa. Segundo o jornal Público de 16 de Abril, a fábrica de Palmela vai produzir mais dois T-Roc por hora até Setembro.  

No entanto, as comparações homólogas deverão começar a ser mais tímidas a partir de Agosto, uma vez que foi nesse mesmo mês do ano passado que a produção do novo modelo começou.

Mudando a óptica de análise, olhando para o acumular dos quatro primeiros meses de 2018, a tendência é claramente de aceleração da produção automóvel. O aumento foi de 93,6%: a produção passou de 50.544, no mesmo período do ano passado, para 97.871 unidades fabricadas.

"A informação estatística relativa aos quatro primeiros meses de 2018 confirma a importância que as exportações representam para o sector automóvel já que 96,7 por cento dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo", sublinha a ACAP.

As exportações têm, na sua grande maioria (91,4%), destino na Europa com a Alemanha a liderar: cerca de um quinto dos veículos produzidos em Portugal vão para território alemão. De recordar que a Autoeuropa faz parte do grupo alemão Volkswagen.

Seguem-se França (14,6%), Espanha (11,8%) e Itália (11,3%) no topo do ranking. Em termos de grandes regiões, o mercado asiático, liderado pela China (3,0%), mantém o segundo lugar nas exportações de automóveis fabricados em Portugal.



pub