Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dívida direta do Estado aumenta 1.079 milhões em maio para 279,6 mil milhões

O saldo da dívida direta do Estado aumentou 0,16% em maio face a abril, para 279.568 milhões de euros, informou esta segunda-feira o IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública.

O instituto liderado por Cristina Casalinho reconhece que o movimento de subida das taxas de juro se vai manter nos próximos meses.
Duarte Roriz
Lusa 27 de Junho de 2022 às 16:28
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...


"Em 31 de maio de 2022, o saldo da dívida direta do Estado cifrou-se em 279.568 milhões de euros, aumentando 0,16% face a abril de 2022. Esta variação resultou sobretudo do aumento do saldo de Obrigações do Tesouro em 891 milhões de euros (...) e do aumento do saldo de empréstimos oficiais, pelo recebimento da primeira tranche do empréstimo do PRR [Plano de Recuperação e Resiliência] no valor de 609 milhões de euros", explica a instituição presidida por Cristina Casalinho.

De acordo com o boletim mensal do IGCP, divulgado hoje, este aumento foi parcialmente compensado pela redução do saldo de Bilhetes do Tesouro em 338 milhões de euros e pela redução do saldo de CEDIC em 664 milhões de euros.

O IGCP indica que os saldos dos Certificados de Aforro (CA) e de Certificados do Tesouro (CT) registaram um aumento de 92 milhões de euros e uma redução de 69 milhões de euros, respetivamente.

"Adicionalmente, o 'stock' de dívida diminuiu em 55 milhões de euros pelo efeito decorrente das flutuações cambiais da generalidade dos instrumentos de dívida denominados em moeda não euro avaliados ao câmbio do último dia de maio", acrescenta.

O instituto que gere a dívida pública aponta ainda que, "incorporando o efeito cambial favorável da cobertura de derivados, correspondente ao valor nocional dos 'swaps' de cobertura de capital, que ascendeu a 614 milhões de euros em maio, o valor total da dívida após cobertura cambial situou-se em 278.954 milhões de euros, aumentando 0,19% face ao mês precedente".

Ver comentários
Outras Notícias