Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

IGCP avança com troca de dívida

O instituto liderado por Cristina Casalinho vai trocar dívida de curto prazo por dívida de maior maturidade. O objectivo passa por estender os prazos das obrigações nacionais, obtendo, por outro lado, títulos com taxas de juro inferiores.

Bruno Simão/Negócios
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 22 de Abril de 2015 às 12:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) vai realizar uma troca de dívida já na próxima quinta-feira, 23 de Abril. Com a operação em causa, o instituto liderado por Cristina Casalinho pretende comprar obrigações do Tesouro perto da maturidade, emitindo, em troca, títulos com maior maturidade.

 

"O IGCP vai realizar no próximo dia 23 de Abril, pelas 10h00 horas, uma oferta de troca", anunciou em comunicado o instituto responsável pela dívida nacional. Em causa, explica, estão as linhas de OT com maturidade em Outubro de 2017 e Junho de 2018. Actualmente, estas têm ainda, respectivamente, 11,25 mil milhões e 10,85 mil milhões de euros em títulos disponíveis.

 

Por outro lado, o instituto liderado por Cristina Casalinho vai vender mais OT, relativas às linhas com maturidade em Fevereiro de 2024 e 2030. O montante que o IGCP procura recomprar não foi revelado, tal como é costume, uma vez que dependerá sempre da procura dos investidores pela operação.

 

Com esta troca de dívida, o Estado português procura prolongar o perfil de maturidades da sua dívida. Ou seja, o objectivo é reduzir o montante de dívida a pagar no curto prazo, transportando essa responsabilidade para o longo prazo. Uma operação que faz sentido, tendo em conta o perfil de maturidades português. É que 2017 é o ano que regista, actualmente, o segundo maior montante a devolver aos investidores.

 

A última vez que o IGCP efectuou uma operação semelhante foi em Novembro de 2014. Então, Portugal comprou 1.748 milhões de euros em dívida de curto prazo, vendendo o mesmo montante em títulos com vencimento em 2021 e 2023.

 

(Notícia actualizada às 12h48, com mais informação)

 

Ver comentários
Saber mais Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública IGCP Cristina Casalinho economia negócios e finanças macroeconomia
Mais lidas
Outras Notícias