Obrigações Juros da dívida portuguesa em forte queda

Juros da dívida portuguesa em forte queda

Os juros da dívida nacional estão em queda pela segunda sessão consecutiva, registando uma descida bastante superior à dos restantes países do euro. O prémio de risco face à Alemanha está já perto dos 300 pontos.
Juros da dívida portuguesa em forte queda
Miguel Baltazar/Negócios
André Tanque Jesus 26 de fevereiro de 2016 às 08:41

As taxas de juro da dívida soberana portuguesa estão a afundar esta sexta-feira, 28 de Fevereiro. A "yield" das obrigações a 10 anos negoceia em torno dos 3,2%, uma tendência que está a ser também registada pelos juros de Espanha e Itália, mas com menos intensidade. Também em queda está o prémio de risco de Portugal.

Pela segunda sessão consecutiva, os juros da dívida portuguesa estão a aliviar. Desta feita, a "yield" dos títulos a 10 anos afunda 12,1 pontos base para 3,216%, ao passo que a taxa a cinco anos cai 9,7 pontos para 2,200%. Na maturidade a dois anos, a taxa está a descer 3,7 pontos para 0,875%.

Esta tendência está a ser também registada pelos restantes países da periferia. A "yield" de Espanha a 10 anos segue a cair 1,2 pontos para 1,596%, ao passo que a taxa de juro das obrigações italianas na mesma maturidade recuam 1,8 pontos para 1,496%.

Em sentido contrário está a dívida alemã. Os juros a 10 anos do país estão a registar uma subida de 0,6 pontos para 0,144%, uma tendência que está a levar o prémio de risco de Portugal ("spread") a recuar para 308,2 pontos, isto depois da aprovação do Orçamento do Estado para 2016.

A Moody’s vê a aprovação do Orçamento do Estado para 2016 como "positiva para o nível de crédito". Isto porque pressupõe um percurso orçamental mais credível do que a primeira proposta e revela uma real união dos partidos de esquerda.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI