Obrigações Portugueses já investiram 650 milhões em certificados em 2019

Portugueses já investiram 650 milhões em certificados em 2019

Os certificados de poupança do Estado atraíram 81 milhões de euros em agosto, mais 22 milhões que o valor aplicado um mês antes.
Portugueses já investiram 650 milhões em certificados em 2019
Patrícia Abreu 19 de setembro de 2019 às 11:38

O ambiente de taxas de juro zero continua a empurrar os portugueses para os certificados de poupança do Estado. Durante os primeiros oito meses do ano entraram cerca de 650 milhões de euros nos certificados de aforro e nos certificados do tesouro, com o investimento nestes produtos a acelerar em agosto.

Os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC) captaram 68 milhões de euros em agosto, segundo os dados divulgados esta manhã pelo Banco de Portugal. Trata-se do volume de subscrições mais elevado desde maio. No acumulado dos oito primeiros meses de 2019, este produto já recebeu 530 milhões de euros.

Os certificados de aforro (CA) também viram aumentar o montante investido. Os CA fecharam o mês de agosto com um saldo vivo de 11.988 milhões de euros, um valor que está 13 milhões acima do investimento nestes produtos no final de julho. Em 2019, os CA captam 116 milhões de euros.

Contabilizando o dinheiro investido em CA e CTPC, estes dois produtos captam 646 milhões de euros, em 2019. Este valor continua a superar as estimativas do instituto que gere a dívida portuguesa para este ano. O IGCP previa, inicialmente, que estes produtos registassem subscrições líquidas negativas no valor de mil milhões de euros, devido ao facto dos primeiros certificados do tesouro estarem a atingir a maturidade.

No entanto, o instituto reviu as suas estimativas, face ao volume de entradas registado por estes produtos. "Originalmente, as projeções do IGCP relativamente ao contributo destes instrumentos para o programa de financiamento atingiam um valor líquido negativo de mil milhões de euros, que foi corrigido para um contributo líquido positivo de 400 milhões euros", adiantou Cristina Casalinho ao Negócios, em julho.

Numa apresentação a investidores, datada com o dia 2 de setembro, o IGCP voltou a atualizar as suas estimativas para os certificados. A entidade liderada por Cristina Casalinho prevê agora angariar mil milhões de euros em certificados. Ou seja, 65% do objetivo já foi atingido.




Marketing Automation certified by E-GOI