Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produtos do ex-BESI com dívida da PT com perdas de entre 80% a 85%

O Haitong (antigo BESI) divulgou o valor do reembolso de quatro “credit linked notes” que tinham apenas obrigações da ex-PT como activo subjacente. Estavam investidos mais de 45 milhões de euros nestes produtos.

Bloomberg
Rui Barroso ruibarroso@negocios.pt 01 de Agosto de 2016 às 18:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Haitong e o BEST comunicaram ao mercado os valores dos reembolsos antecipados dos produtos financeiros complexos que tinham como activo base apenas obrigações da antiga Portugal Telecom, com as perdas destes produtos, em que estão aplicados 45,78 milhões de euros, a irem de 80,52% a 85,67%. O pagamento antecipado deverá ocorrer até 5 de Agosto.

Após o pedido de recuperação judicial da Oi, que garante aquela dívida, a Associação Internacional de Swaps e Derivados (ISDA) considerou que houve um evento de crédito naquelas obrigações. Isso levou ao reembolso antecipado deste tipo de produtos estruturados

O valor a reembolsar antecipadamente é calculado com base no preço definido num leilão em que participaram dez bancos internacionais que fazem parte da ISDA. Nessa operação foi definido um preço de 20% do valor nominal para as obrigações da antiga PT, o que se reflectiriam em perdas de 80%.

No entanto, os "credit linked notes" (CLN) prevêem, na documentação sobre o produto, que em caso de liquidação antecipada devido a um evento de crédito, ao valor do reembolso serão deduzidos os custos de desmontagem do produto, principalmente os custos com o cancelamento dos swaps de taxa de juro. Estes tendem a ser mais elevados consoante mais longa for a maturidade destes instrumentos.

No caso dos produtos do Haitong, os custos de cancelamento vão de um equivalente a 0,52% do valor investidor até um máximo de 5,67%. Os investidores com maiores perdas serão os detentores do "EUR 5Y CLN PT II", que receberão apenas 14,33% do valor investido. Já quem tenha investido no CLN PT International Finance BV 2018 irá recuperar 19,48%.

Deutsche Bank faz reembolso a 3 de Agosto

Além do Haitong, também o Deutsche Bank montou produtos com obrigações da antiga PT. Um desses instrumentos, o "Notes db Rendimento Portugal Telecom", construído apenas com estes títulos como activo base será reembolsado a 3 de Agosto, quarta-feira. No entanto, o banco alemão ainda não deu indicação de quais os custos de desmontagem do produto que serão imputados aos investidores.

Contrariamente aos CLN do Haitong, o CLN do Deutsche Bank prevê pagar uma taxa semelhante à que se verifica em mercado secundário na obrigação que serve como base ao produto, que atinge a maturidade em 2020. Negoceia com um valor de 21,215% do valor nominal.

Produtos diferentes, consequências diferentes

No entanto, além dos produtos construídos exclusivamente sobre obrigações da antiga PT, foram também montados instrumentos que incluíam dívida da empresa e de outras empresas. Nesse tipo de produtos, as perdas podem ir de 20% a 33%, dependendo do número de entidades incluídas no cabaz de emitentes que servem como subjacente, e o evento de crédito da PT/Oi não implica o reembolso antecipado. Mas há produtos deste tipo que prevêem que não haja perdas se apenas uma das entidades de referência entrar em incumprimento.

As entidades que comercializaram estes produtos têm aconselhado os detentores a informarem-se junto dos seus intermediários financeiros. Já a Deco Proteste recomendou, como primeiro passo, "verificar a documentação do produto, porque as consequências de um evento de crédito na PTIF não serão iguais para todos".


Ver comentários
Saber mais Portugal Telecom Associação Internacional de Swaps e Derivados PT Deutsche Bank Deco Proteste macroeconomia mercado e câmbios bolsa economia negócios e finanças PTIF
Outras Notícias