Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros dos cartões de crédito voltam a descer no próximo trimestre

No dia em que o Governo aprovou uma nova fórmula de cálculo para tentar travar os juros cobrados no crédito ao consumo, o Banco de Portugal divulgou as taxas máximas que podem ser cobradas no segundo trimestre. E os bancos já cumprem os máximos definidos na legislação que ainda não entrou em vigor.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

No segundo trimestre do ano, as instituições financeiras poderão cobrar no máximo um juro de 26,5%, o que representa uma descida face aos 27,5% praticados neste primeiro trimestre do ano. O número foi publicado esta quarta-feira, dia 13 de Março, pelo Banco de Portugal, no relatório trimestral que o supervisor faz sobre as taxas de juro nos créditos ao consumo que podem ser aplicadas nos três meses seguintes.

 

Mas não foi apenas a taxa máxima dos cartões de crédito que sofreu uma queda. Aliás, a descida foi generalizada. Apenas no segmento de crédito automóvel novo, a taxa máxima subiu para 12,7%, quando nestes primeiros três meses do ano a taxa pode ir até aos 12,6%.

 

Todos os restantes destinos verificaram descidas nas taxas máximas que podem ser aplicadas. Assim, para um crédito pessoal a taxa máxima passível de ser aplicada será de 6,4%, e no automóvel, no segmento de ALD ou locação financeira pode variar entre 8,9%, no caso dos veículos novos, e 10,2%, nos veículos usados.

 

Este sistema de taxas máximas, que são calculadas com base na média dos juros cobrados nos vários destinos de financiamento durante um determinado trimestre, tem os dias contados. O Governo decidiu alterar o método de cálculo, depois das taxas nos cartões de crédito terem chegado a superar os 37% no ano passado.

 

O Banco de Portugal passou a estabelecer no final de 2010 as taxas de juro máximas aplicáveis aos contratos de crédito ao consumo, mas, a partir de 1 de Julho, a Taxa Anual de Encargos Global (TAEG) passa a ter uma nova fórmula de cálculo e também tectos máximos para os diferentes segmentos de crédito, revistos trimestralmente pelo Banco de Portugal.

Ver comentários
Saber mais juros crédito ao consumo cartões de crédito Banco de Portugal
Outras Notícias