Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Central da Rússia cortou a taxa de juro directora para 14%

A autoridade monetária russa cortou, pela segunda vez este ano, a taxa de juro directora para 14%. Em comunicado, o Banco Central da Rússia justifica esta decisão com o facto de "o balanço dos riscos continuar a deslocar-se em direcção a um arrefecimento mais significativo da economia".

Reuters
Negócios 13 de Março de 2015 às 11:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Banco Central da Rússia reduziu a taxa de juro directora de 15% para 14%. É a segunda vez este ano que a autoridade monetária russa reduz a taxa de juro. A primeira vez foi a 30 Janeiro, altura em que desceu de 17% para 15%. O Financial Times (FT) escreve que o banco central está a aproveitar um período de maior estabilidade na negociação do rublo para assim diminuir a taxa directora.

 

No comunicado da instituição liderada por Elvira Nabioullina, citado pelo FT, esta decisão é justificada com o facto de "o balanço dos riscos continuar a deslocar-se em direcção a um arrefecimento mais significativo da economia".

 

"Esta decisão vai contribuir para a redução destes riscos sem colocar uma ameaça adicional" que aumente "a pressão inflacionária". De acordo as estimativas do Banco da Rússia, "a actual política monetária e a baixa actividade económica vai favorecer o abrandamento do crescimento anual dos preços no consumidor para 9% durante o ano", refere ainda o comunicado.    

 

Esta decisão apanhou os investidores de surpresa. E por esta altura o rublo aprecia face ao euro e ao dólar. O rublo soma 0,65% para 0,0155 euros. Face ao dólar, o rublo soma 0,06% para 0,0001 dólares.

Ver comentários
Saber mais Banco Central da Rússia Financial Times Elvira Nabioullina
Outras Notícias