Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Espanha paga mais de 5% para emitir 3,16 mil milhões de euros

O valor do montante colocado no mercado ficou abaixo do intervalo máximo fixado pelo Tesouro espanhol. Os juros dispararam, face às emissões anteriores.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 10:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A Espanha vendeu hoje 3,16 mil milhões de euros, abaixo dos 3,5 mil milhões antecipados pelo país, com os custos de financiamento a dispararem para um juro superior a 5%. Trata-se do valor mais alto desde 1997.

O Tesouro espanhol vendeu 3.158 milhões de euros em notas a 12 e 18 meses, com um juro de 5,022% e 5,159%, respectivamente. Estes valores contrastam com juros substancialmente mais baixos nas emissões anteriores, quando o país pagou 3,608% e 3,801% para colocar dívida a 12 e 18 meses, respectivamente.

A procura pela dívida a 12 meses superou a oferta em 2,13 vezes, o que compara com uma procura de 2,3 vezes na última emissão.

O agravamento dos custos de financiamento do país surgem num momento em que os investidores exigem prémios cada vez mais elevados para comprar dívida espanhola no mercado secundário.

As “yields” espanholas acentuaram o ritmo de subida após a divulgação dos resultados do leilão no país, com os juros das obrigações a 10 anos a negociarem nos 6,23%, próximas dos máximos de 6,46% registados em Agosto.

Já o “spread” da dívida espanhola, face às “bunds” alemãs transacciona em máximos, nos 450 pontos base.

Ver comentários
Saber mais Espanha leilão dívida
Mais lidas
Outras Notícias