Taxas de juro Juros da dívida da Catalunha dispararam perante ameaça independentista

Juros da dívida da Catalunha dispararam perante ameaça independentista

A taxa de juro associada às obrigações de dívida da Catalunha já disparou mais de 90 pontos base desde que Artur Mas anunciou o programa independentista da aliança Juntos pelo Sim. Os investidores estão a demonstrar receio face à possibilidade de secessão da Catalunha.
Juros da dívida da Catalunha dispararam perante ameaça independentista
Bloomberg
David Santiago 11 de agosto de 2015 às 14:11

Desde o passado dia 20 de Julho, os juros associados às obrigações de dívida da Catalunha emitidas em Fevereiro de 2010 e que vencem no mesmo mês de 2020, dispararam 90 pontos base. Assim, em apenas três semanas, a taxa de juro subiu de 2,307%, a 20 de Julho, para os 2,204% que se registam esta terça-feira, 11 de Agosto.

 

Este aumento verificou-se na sequência da apresentação, por parte do presidente da região autonómica da Catalunha, Artur Mas, do programa eleitoral da aliança Juntos pelo Sim tendo em vista a eleição-plebiscitária antecipada para 27 de Setembro. Apesar de a lista ser encabeçada por elementos independentes, é apoiada e inclui a Convergência Democrática da Catalunha (CDC) de Mas, a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) de Oriol Junqueras, e ainda a também pró-independentista Candidatura de Unidade Popular (CUP).

Apesar de a convocatória das eleições não fazer nenhum tipo de referência a um referendo sobre a independência da Catalunha, assim evitando qualquer risco de inconstitucionalidade, o próprio Mas assegurou que a eleição assumirá também a forma de plebiscito sobre a independência da Generalitat:
 "Irá servir para responder à pergunta sobre se os catalães querem um Estado independente". 

 

Os investidores estrangeiros estão assim a desfazer-se das obrigações catalãs perante o receio de que as eleições autonómicas de Setembro configurem um resultado que possibilite à aliança separatista alcançar uma maioria absoluta. O que poderia permitir aprovar uma Declaração Unilateral de Independência.

 

O El Mundo nota ainda que o prémio de risco das obrigações da Catalunha, medido face às obrigações do reino de Espanha, passou da casa dos 20 pontos base que se verificavam há três semanas para próximo dos 130 pontos.

 

Por contraste, a taxa genérica de juro associadas às obrigações, que vencem em 2020, manteve-se sempre, durante este período, abaixo de 1%. Esta terça-feira, a "yield" com maturidade a 5 anos está a recuar 2,3 pontos base para 0,892%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI