Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Taxa dos certificados volta a cair em Fevereiro

Com as Euribor em queda, os certificados de aforro vão oferecer um retorno ainda mais baixo em Fevereiro. A taxa será a mais baixa desde meados de 2012.

Bruno Simão/Negócios
Paulo Moutinho 29 de Janeiro de 2016 às 17:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Quem subscrever certificados de aforro durante o próximo mês vai contar com uma taxa ainda mais baixa. A continuação da queda das taxas de mercado, as Euribor, levará a que a remuneração em Fevereiro recue para cerca de 0,85%, um novo mínimo de 2012.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) revelou que "a taxa de juro bruta para novas subscrições de certificados de aforro, Série D, em Fevereiro de 2016 foi fixada em 0,853%". É o juro mais baixo desde meados de 2012.


Esta taxa representa uma quebra face aos 0,869% pagos em Janeiro, representando a 13ª queda consecutiva da remuneração destes títulos de dívida comercializados no retalho, ou seja, para pequenos investidores. A queda da Euribor tem pesado no retorno.


A descida mais acentuada nos juros dos certificados foi registada em Fevereiro do ano passado, altura em que o Executivo cortou o prémio para apenas 1%. Este corte, com a introdução da Série D, tem levado a um afastamento dos investidores do produto.


Em Dezembro, de acordo com os últimos dados do IGCP, registou-se um saldo líquido positivo de 18 milhões de euros, isto depois de em Novembro o saldo ter-se ficado pelos seis milhões (considerando já o efeito de capitalização).


No acumulado do ano passado, o Estado obteve 649 milhões de euros de financiamento através destes títulos, sendo que 470 milhões foram arrecadados logo em Janeiro, antes do corte das taxas. Os CTPM, por seu lado, captaram 2.879 milhões.

Ver comentários
Saber mais certificados aforro tesouro investimento poupança juros depósitos bancos
Mais lidas
Outras Notícias