Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Três corretores do Barclays condenados no escândalo da Libor

Três antigos corretores do Barclays foram considerados culpados na manipulação da Libor, quatro anos depois de ter rebentado o escândalo que custou multas milionárias ao sector financeiro.

Bloomberg
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 04 de Julho de 2016 às 16:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Quase uma década depois, três ex-traders do britânico Barclays foram considerados culpados de conspirarem para manipular as taxas Libor. A condenação surge na sequência de mais um escândalo que abalou o sistema financeiro e que obrigou o banco a pagar centenas de milhões de dólares pela interferência na negociação destas taxas.


Jonathan Mathew, Jay Merchant e Alex Pabon são os três corretores do Barclays que foram condenados na semana passada por conspirarem com outros funcionários da instituição para manipularem a Libor entre Junho de 2005 e Agosto de 2007, adianta a Bloomberg.

Apesar da condenação destes três ex-funcionários do banco, o júri não conseguiu chegar a um veredicto sobre a participação de Stylianos Contogoulas e Ryan Reich. Um sexto trader, Peter Johnson, tinha sido condenado em Outubro de 2014.


Estas sentenças surgem quatro anos depois do escândalo da Libor ter obrigado o Barclays a desembolsar 290 milhões de libras em multas no seguimento da manipulação das taxas. O caso custaria a demissão do então líder do banco, Bob Diamond, que colocou o seu cargo à disposição após ter rebentado o escândalo.


A acusação recorreu a e-mails e testemunhos para provar a participação dos profissionais neste caso. Por decidir ficou se a Justiça irá ou não agendar um novo julgamento para tentar condenar Contogoulas e Reich.

Ver comentários
Saber mais Barclays Libor manipulação taxas de juro
Mais lidas
Outras Notícias