Caixa Empresas Tudo a postos para o Caixa Empreender Award

Tudo a postos para o Caixa Empreender Award

No mais aguardado fórum de startups, sete jovens empresas concorrem ao apoio adicional de 100 mil euros da Caixa Capital.
Tudo a postos para o Caixa Empreender Award

Estamos em contagem decrescente. Quarta-feira, 3 de fevereiro, a partir das 9 horas, encetam os trabalhos para a sessão de fecho do Caixa Empreender Award 2015. O Grande Auditório da Culturgest, em Lisboa, acolhe esta II edição do fórum lançado pela Caixa Capital, o braço financeiro do Grupo Caixa para o capital de risco.

No seu ano de lançamento esta iniciativa reuniu cerca de 600 participantes e trouxe a Portugal uma série de capitais de risco internacionais, tais como DN Capital, e.Ventures, Forbion, Vesalius, Evonik, Robert Bosch Ventures, entre outros, bem como a totalidade do ecossistema nacional (investidores, empreendedores, aceleradores e incubadoras).

Volta agora a estar em foco o prémio adicional de 100 mil euros, para reforço de investimento a aplicar naquela que será considerada a Startup mais promissora de um universo total, identificado ao longo de 2015 através dos Programas de Aceleração que integram este Ciclo Caixa Empreender Award.

O leque de aceleradores foi alargado face à edição anterior de 2014. Estão em cena o Act by COTEC, o BGI (ISCTE/MIT Portugal), o inRes (do Programa CMU-Portugal), o Lisbon Challenge, levado a cabo pela Beta-i, o Startup Braga da Incumbadora com o mesmo nome e ainda o Startup Lisboa Boost, da Startup Lisboa. São seis programas envolvidos no desenvolvimento dos projetos de sete startups.

O BGI/ISCTE identificou a Fibersail, um projeto para a monitorização constante da estrutura de navios, que já mereceu 200 mil euros, atribuídos pela Caixa Capital (Startup Fibersail segue de vento em popa).

Acelerada pelo Lisboa Challenge, da Beta I, concorre a Attentive.us, criadora de uma aplicação de gestão de marketing e vendas com atualizações em tempo real. Em competição pelo valor adicional de investimento estará também a Scraim, do programa inRes/CMU-Portugal, com um serviço online de software para gestão integrada de processos, incluindo certificações internacionais (Scraim dá mais um passo rumo aos EUA).

Já o acelerador Act By COTEC está ligado a duas outras startups candidatas: a C2C (Charge2Change), que apresenta uma nova geração de baterias para empilhadores elétricos, mais duradouras e de carga mais rápida, e a PermeAbility, com um novo dispositivo médico para a análise da permeabilidade intestinal.

A SeatWish, uma plataforma online para venda, compra e troca de bilhetes para eventos, acelerada pela StartUp Braga; e a Prodsmart, dinamizada pelo programa Startup Lisboa Boost, com um sistema de gestão, análise e otimização de processos de produção industrial, complementam este grupo de startups que se habilitam à ronda final de Fevereiro.

Além deste incentivo financeiro de 100 mil euros - num total consolidado de 850 mil euros nesta edição de 2015 -, o Caixa Empreender Awards será palco para mais de 40 apresentações de startups, que aí poderão contactar com investidores nacionais e internacionais, incubadoras, centros de pesquisa e universidades. O período da manhã deste encontro na Culturgest será aliás dinamizado por um Programa com diversos pitches, extra Caixa Empreender Award.

Além dos corners e do networking, habituais neste ambiente de maior irreverência e criatividade, e em paralelo ao pitch final do Caixa Empreender Award, existe possibilidade de angariação efetiva de financiamento para as restantes startups ali inscritas.

As inscrições para assistir ao Caixa Empreender Award são gratuitas e ocorrem online em https://www.eventbrite.pt/e/caixa-empreender-award-tickets-20056956898.




pub