Empresas Gazela 2017 Gazelas crescem rumo ao futuro

Gazelas crescem rumo ao futuro

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro efectuou, pelo quinto ano consecutivo, o apuramento das empresas gazela existentes na região Centro.
Gazelas crescem rumo ao futuro

O número de empresas gazela não cessa de aumentar e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) identificou, no ano passado, 87 empresas com as características necessárias para ter esta designação. Isto quer dizer que em termos comparativos, o número de empresas gazela 2016 da região Centro cresceu de forma muito significativa (52,6%) face ao ano de 2015, passando de 57 para 87 empresas.

 

O conceito de empresa gazela assumido internacionalmente corresponde a empresas jovens e com elevados ritmos de crescimento, sustentados ao longo do tempo. São organizações inovadoras, capazes de se posicionarem de forma diferenciadora nos mercados, nos quais afirmam a sua competitividade e constroem sucesso a um ritmo acelerado, contribuindo fortemente para a criação de emprego.

 

As empresas gazela correspondem a uma pequena percentagem do universo empresarial, mas cada uma delas tem uma importância fulcral. São empresas com ritmos de crescimento muito elevados – acima de 20% ao ano – e com uma criação de postos de trabalho muito significativa, mesmo num contexto económico adverso e marcado por uma estagnação nos últimos anos.

 

Ana Abrunhosa, presidente do CCDRC, explica que as empresas gazela desenvolvem a economia regional através da criação de emprego e de riqueza.  "Por exemplo, as empresas gazela foram geradoras de um número significativo de postos de trabalho, mais do que triplicaram a quantidade de pessoas ao serviço entre 2012 e 2015, passando de um volume de emprego de 698 trabalhadores para 2.294.

As empresas gazela apresentam ainda uma articulação e complementaridade com os sectores de actividade económica instalados nos municípios e na região Centro", destaca.

 

As empresas gazela de 2016 que foram identificadas pela CCDRC são aquelas que cumulativamente: apresentam crescimentos do volume de negócios superiores a 20% ao ano em 2013, 2014 e 2015; nasceram a partir de 2007 e possuem a sua sede na região centro; empregavam pelo menos dez trabalhadores em 2015; possuíam facturação igual ou superior a 500 mil euros em 2015.