Outros sites Cofina
Negocios em rede
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

A escola de negócios que cria futuro

O ISCTE Executive Education é uma operação de sucesso. Pela sua história, os seus programas, o crescimento internacional, o trabalho com as empresas ou a aposta no digital.

11 de Maio de 2021 às 09:16

No ISCTE Executive Education reina o otimismo no que diz respeito ao próximo ano letivo. "Temos boas expectativas. Centradas em três dimensões críticas", diz José Crespo de Carvalho, presidente do ISCTE Executive Education. São elas:

 

Crescimento internacional, que felizmente tem dado frutos. Mercados como a Índia e a China, para além do Brasil, entre outros, são para o ISCTE Executive Education cada vez mais críticos com uma entrega cada vez maior em inglês;

 

Desenvolvimento de produto e experiências associadas, pelo que a escola de negócios tem investido muito na criação de nova oferta, presencial, online, híbrida e cobrindo novas temáticas e trabalhando do lado do que irá ser o futuro das empresas;

 

Trabalho in-company e com empresas em várias dimensões e frentes: da cocriação à co-oferta, da simples colaboração à efetiva parceria. Estas três dimensões, além da própria alteração tecnológica interna para ambientes digitais relacionais, têm vindo a dar frutos e a garantir que o ISCTE Executive Education é uma operação state-of-the-art e apostada em ser uma fazedora de futuro.

 

Advanced Program em Digital Health

 

O ISCTE Executive Education tem vários programas novos. Pedimos a José Crespo de Carvalho que nos falasse um pouco do Advanced Program em Digital Health.

 

"É um programa novo em saúde e na senda da transformação digital", afirma o presidente do ISCTE Executive Education e continua: "Trata-se de uma pós-graduação modular que permite participar fisicamente ou online e adquirir uma visão state-of-the-art da transformação digital e do que melhor se faz na saúde nesta área. Cerca de um 1/3 do programa é acompanhado por especialistas de todo o mundo."

 

A ideia, explica-nos, é que os participantes adquiram uma visão internacional da atualidade na área da saúde digital com o conjunto de saberes nacionais e internacionais. Desta forma, e ao passar por múltiplas áreas da saúde, fornece-se uma perspetiva múltipla quer aos níveis pessoal/técnico e intermédio, quer a nível macro/estratégico.

 

O contacto com o tema da saúde digital é feito muito do ponto de vista de "como se lideram projetos e se pode desenvolver uma iniciativa empreendedora digital na área". "Não há iniciativas deste tipo em Portugal, pelo que sendo a primeira esperamos não só chegar aos lugares e pessoas certas como contribuir para construir um hub de saúde mais forte e projetado no futuro", refere.

 

Executive Diploma in Big Data for Business and Engineering

 

Também uma novidade é o Executive Diploma in Big Data for Business and Engineering. O que é, porque foi criado, a quem se destina e qual o objetivo deste Executive Master?

 

"É um programa também novo, com diploma de pós-graduação, que permite a quem vem da engenharia e das áreas da gestão e economia, entre outras, ter uma sólida formação em big data e analytics. Estamos a construir, a pouco e pouco, uma oferta que permita levar-nos para os novos desafios e fronteiras da gestão. E que permita rapidamente transformar engenheiros, gestores, economistas e demais formações parte em data scientists e parte em decisores e líderes num mundo de decisões conduzidas por dados."

 

José Crespo de Carvalho acrescenta que há duas questões que é preciso desmistificar de uma vez por todas: "1) Queres ganhar dinheiro com dados? Pois este é o local certo, uma vez que se ganha dinheiro com dados; o necessário é saber trabalhá-los; 2) Queres subir a um patamar superior em termos de gestão? Vem aprender os métodos, as técnicas e que softwares existem para trabalhar grandes dados."

 

Quanto ao porquê? "Porque o negócio hoje e do futuro passa por aqui".

 

Mestrado em Gestão Aplicada

 

Indagámos ainda o responsável do ISCTE Executive Education porque deve um gestor escolher o mestrado em Gestão Aplicada e quais as vantagens pessoais e profissionais.

 

José Crespo de Carvalho responde que este programa tem vários prós: o facto de ser um mestrado de um ano com caráter aplicacional a empresas, totalmente dedicado a fazer aplicação prática e a desenvolver instrumentos e pensamentos estruturados do lado hands-on. Adicionalmente, é pós-laboral e permite uma titulação de mestrado como qualquer outro, uma vez que está aprovado oficialmente pelas entidades competentes.

 

"Assim, compatibiliza bem com o trabalho regular, permite um time-to-market mais curto, é focado na prática, permite ganhar competências no menor espaço de tempo e move-se num ambiente de participantes com pelo menos cinco anos de experiência profissional – com formação de base e experiência em qualquer área –, o que o torna igualmente interessante do ponto de vista do network", sublinha.

 

A primeira edição deste programa começou em janeiro de 2021. A próxima edição será em janeiro de 2022. As inscrições estão abertas e já vai para a segunda fase de 2022.

 

Um programa transformador de vidas a todos os níveis

 

Desafiámos José Crespo de Carvalho a destacar mais um programa do ISCTE Executive Education, além dos que foram apresentados nesta página. O responsável apontou o Executive MBA e explicou porquê: "Vamos para 20 anos de experiência neste domínio, com uma rede de alumni em todo o lado a nível internacional e nacional e com uma capacidade de elevar a um nível ímpar a autonomia e o potencial de decisão dos participantes. É de facto um programa transformador de vidas a todos os níveis. Acreditado pela AMBA, o Executive MBA é um programa destinado a conseguir dotar de instrumentos relevantes participantes com aspirações a lugares de topo."

"O Advanced Program em Digital Health é uma pós-graduação modular que permite participar fisicamente ou online e adquirir uma visão state-of-the-art da transformação digital e do que melhor se faz na saúde nesta área"

José Crespo de Carvalho, presidente do ISCTE Executive Education
Mais notícias