Outros sites Cofina
Negocios em rede
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Objetivo do MBA: crescer de forma profissional e pessoal

Programas reforçam competências de gestão e de liderança. Mas vão mais além.

23 de Março de 2020 às 12:27
  • ...

Fazer um MBA oferece diversos benefícios. Profissionais e pessoais. A opção por frequentar um programa Master of Business Administration (MBA) numa das diversas universidades de referência que existem em Portugal, acarreta um investimento, seja pessoal ou da organização. No entanto, as competências adquiridas permitem, normalmente, ter uma melhor posição na empresa, que, não raras vezes, suportam os custos desta formação, pois sabem que vão ficar a ganhar, logo, podem sobressair na sua área de negócio.

 

Isto porque as organizações ficam com profissionais com maiores capacidades de liderança face às disciplinas que aprenderam nas disciplinas lecionadas nos programas de MBA. E estes colaboradores, mais qualificados, adaptam-se igualmente com mais facilidade às alterações do mercado laboral.

 

No plano mais individual, quem tem no seu currículo um MBA aufere um melhor salário, escala mais facilmente dentro de uma empresa e consegue uma rede de contactos excelente com outros profissionais importantes na sua área de negócios – note-se que quem faz um destes programas já possui alguns anos de experiência de trabalho –, o que abre um grande leque de oportunidades para o dia de amanhã.

 

Um acelerador de carreira

 

Para explicar melhor, porém, qual é o objetivo de fazer um MBA e que vantagens oferece no mercado de trabalho, nada melhor do que os peritos que lidam com estes programas, profissionais e empresas no dia a dia. Paulo Soeiro de Carvalho, diretor executivo do ISEG MBA, afirma que, normalmente, quem procura um programa de MBA tem ambição de ascender na carreira profissional. "O programa de MBA, pelas suas características intrínsecas, destina-se a profissionais com experiência e visa reforçar as suas competências de gestão e de liderança, funcionando como um acelerador de carreira. Claro que a frequência do programa não é garantia de progresso profissional, ainda que dote os participantes de todas as condições para que tal suceda."

 

Patrícia Teixeira Lopes, associate dean da Porto Business School, diz que um MBA é "uma valorização pessoal e profissional". "É um programa que diferencia o currículo e que o mercado reconhece."

 

A responsável da Porto Business School acrescenta que "seja para desenvolver competências de liderança, adquirir conhecimentos para evoluir como gestor, progredir na carreira, mudar de carreira, criar o seu próprio negócio, o MBA é um programa que muda a perspetiva, alarga horizontes e que, simultaneamente, permite alargar a rede de contactos, e, por consequência, de oportunidades".

 

José Crespo de Carvalho, presidente da comissão executiva do ISCTE Executive Education, sublinha que o MBA da sua escola não é convencional. "É um Executive MBA. Para executivos que querem mudar, crescer, agilizar a sua capacidade de decisão, promover as suas competências em gestão, aprofundar os seus skills pessoais. Não podemos esquecer que temos um plano de desenvolvimento pessoal que ajuda os participantes no seu crescimento sustentado", destaca.

 

E qual o objetivo? "Bom são, antes de mais, objetivos de vida. De crescimento. De estruturação. De capacitação. São estes objetivos que devem estar na base da realização de um EMBA. Procurando noutros profissionais e no corpo docente pontes, experiências, performance, formas de resolver problemas, maneiras de fazer melhor e de forma mais produtiva e usando instrumentos que façam sentir segurança na decisão. No fundo, é crescer. Crescer sempre. E estruturar mais e melhor as suas vidas profissionais e, porque não, pessoais."

Mais notícias