Mestrados e Pós-graduações 2018 Número de estudantes estrangeiros aumenta na Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Número de estudantes estrangeiros aumenta na Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Instituição tem 400 estudantes estrangeiros de cerca de 60 países. Faculdade tem mais de 100 acordos internacionais com outras escolas.
Número de estudantes estrangeiros aumenta na Faculdade de Economia da Universidade do Porto

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) tem registado um aumento do número de estudantes estrangeiros que procuram os seus mestrados. Os acordos internacionais da escola e as próprias alterações que hoje existem no mercado laboral a nível mundial ajudam a explicar esta tendência de crescimento.

 

José Varejão, director da FEP, explica que se regista uma "procura crescente" dos mestrados por parte de estudantes estrangeiros, o que está relacionado com "as tendências mundiais de mobilidade aliadas a uma aposta clara na internacionalização por parte da faculdade, que conta já com mais de 400 estudantes estrangeiros de cerca de 60 países".

 

A FEP tem mais de 100 acordos internacionais com escolas de renome, recorda José Varejão. Esta situação permite não só acolher estudantes das escolas parceiras, mas também oferecer aos seus estudantes a possibilidade de aprender num ambiente internacional e realizar uma experiência de mobilidade internacional durante o curso, conta. "É também crescente o número de estudantes internacionais de grau."

 

José Varejão refere que importa ainda salientar que "o número crescente de estudantes internacionais é estimulado pelo facto de a faculdade oferecer vários cursos integralmente leccionados em inglês". Actualmente, a FEP tem "quatro mestrados e dois doutoramentos leccionados em inglês e uma oferta vasta de disciplinas leccionadas em inglês na licenciatura em Economia e na licenciatura em Gestão".

 

De facto, conclui José Varejão, "a FEP pretende cada vez mais afirmar-se como uma escola internacional, com fortes ligações a escolas e centros de investigação congéneres de todo o mundo, que atrai e acolhe estudantes internacionais". Mais: "Que proporciona experiência internacional aos seus estudantes e que oferece um ambiente de ensino, estudo e trabalho multinacional e multicultural."

 

Na Católica Porto Business School

 

Questionadas se existem muitos estudantes estrangeiros na sua escola, Ana Côrte-Real, "associate dean" para a formação executiva, e Francisca Oliveira, "associate dean" para os mestrados da Católica Porto Business School, respondem que nos mestrados, se não se contar com mobilidade, o número de estrangeiros efectivos "é cerca de 10%". "Com alunos de mobilidade este número sobe substancialmente."

 

No âmbito da formação executiva, "os alunos estrangeiros estão associados ao MBA Atlântico, às semanas internacionais, ao Programa de Especialização em Gestão Internacional dirigido aos alunos da PUC Rio". Neste sentido, a dimensão do número de alunos estrangeiros no contexto da formação executiva "não tem um peso relativo superior a 10% do global dos alunos".