Mulheres na Tecnologia 2018 Iniciativas e acções que querem mudar tudo

Iniciativas e acções que querem mudar tudo

Há muito menos mulheres do que homens na indústria tecnológica. Mas está a tentar inverter-se essa tendência.
Iniciativas e acções que querem mudar tudo

Existem menos mulheres do que homens a trabalhar nas empresas do sector tecnológico em todo o mundo. Uma situação antiga e que, no imediato, parece ter tendência para continuar. Os motivos são vários. Um artigo da Women in Tech inglesa aponta a falta de modelos para as mulheres nesta área, o que se fica a dever sobretudo ao estereótipo de género em que os rapazes são melhores em ciência e matemática. Nos últimos anos registou-se um aumento de mulheres em cargos de decisão do sector, porém, continuam a ser uma minoria, pode ler-se. Segundo as mulheres que trabalham em Silicon Valley, Estados Unidos, onde três quartos da força de trabalho é do sexo masculino, estas são desencorajadas a procurar trabalhos na área devido à cultura tecnológica "brogrammer" comprada nos campus universitários.

 

Outro motivo que o artigo aponta para haver poucas mulheres ligadas às tecnologias de informação é a falta de talentos. Os números mostram que existem menos mulheres a estudar nesta área, seja nas escolas ou nas universidades, o que significa que os empregadores têm menos mulheres para recrutar. Mais uma vez, tal pode ficar a dever-se à falta de modelos femininos nesta indústria para que as jovens possam inspirar-se e seguir os seus passos.

 

Ter uma equipa diversificada é sempre benéfico para qualquer empresa e as do sector de tecnologia não são excepção, naturalmente. Para o corroborar, o artigo recupera uma citação Sheryl Sandberg, Chief Operating Officer (COO) do Facebook. "Nenhuma indústria ou país pode alcançar todo o seu potencial enquanto as mulheres não atingirem o seu pleno potencial. Isto ganha maior dimensão em relação à ciência e tecnologia, áreas em que as mulheres com um excesso de talento ainda enfrentam um défice de oportunidades."

 

Um dia internacional e muito mais

 

Para combater o facto de haver poucas mulheres na indústria tech e levar mais estudantes femininas para os cursos do sector, foi criado em 2010 pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), o Dia Internacional das Mulheres na Tecnologia. Esta data assinala-se sempre na quarta quinta-feira do mês de Abril. Neste dia, realizam-se vários eventos (como encontros virtuais entre jovens que estão em países diferentes), sendo organizados pela UIT, agência especializada em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) que pertence à ONU.

 

Outra iniciativa que pretende distinguir as mulheres ligadas à tecnologia e dar-lhes mais visibilidade é o EU Prize for Women Innovators, evento em que a União Europeia atribui um prémio anual a mulheres responsáveis por projectos inovadores. Outra acção – para dar apenas mais um exemplo – é o ACM Europe Celebration of Women in Computing, que este ano teve a sua quinta edição em Belgrado, Sérvia, e cujo objectivo é celebrar, conectar, inspirar e incentivar mulheres na área da computação.




Marketing Automation certified by E-GOI