Outros sites Cofina
Negocios em rede
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Agro Tank CA distingue eficiência hídrica

O projeto H2OPEN: Sistema de Irrigação Inteligente para todos, da NOVA IMS foi o escolhido pelo júri do concurso.

03 de Novembro de 2022 às 18:43
Olhar para a água como um bem cada vez mais precioso e essencial foi o desafio lançado pelo projeto H2OPEN, que levou para casa o primeiro prémio no concurso Agro Tank CA deste ano, no valor de 5 mil euros, promovido pelo Ministério da Agricultura e Alimentação em parceria com o Crédito Agrícola.

Este sistema de irrigação inteligente para todos, desenvolvido por um grupo de alunos da NOVA IMS – Information Management School, da Universidade Nova de Lisboa, destina-se a todas as culturas e agricultores e tem, na sua base, três ideias-chave: assegurar o combate à falta de planeamento na irrigação, à dificuldade em adotar sistemas inteligentes neste campo e a certeza de que a água não é um recurso ilimitado.

Trata-se de uma plataforma que permite um trabalho preditivo e descritivo, ajudando a planear e a otimizar todo o tipo de culturas nas quais se esteja a trabalhar, "levando a poupar água", ressalvaram os promotores do H2OPEN.

Ao mesmo tempo, importa ainda sublinhar a importância de este projeto fomentar "a criação de uma comunidade de informação que ajuda na partilha de dados". A plataforma conta com três tipos de subscrição – Básica, Profissional e Governamental – e fomenta ainda as boas práticas "através da partilha de experiências por parte de quem faz melhor, mesmo ao nosso lado".

Outras ideias inovadoras
Mas neste Agro Tank CA, outros foram também os projetos a concurso, como é o caso do mySenseAR, apresentado pela equipa da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, mais vocacionado para o tratamento das vinhas. Neste caso, trata-se de facilitar o apoio à tomada de decisão por via do processamento de dados e recurso à inteligência artificial. O mySenseAR permite "a identificação do estado fenológico, a deteção e contagem de insetos e a deteção de doenças", explicou a equipa responsável. O projeto recorre a realidade aumentada, o que permite ter mãos livres para executar as tarefas e cria modelos 3D da vinha com todo o tipo de informação possível.

Já o Instituto Politécnico de Bragança levou a palco uma outra ideia, igualmente associada à vinha: o UVA – UniVitalAgro. Trata-se também da promoção da agricultura em formato 4.0, com recurso a realidade virtual, aumentada e inteligência artificial. A câmara do telefone recolhe, por via de uma app específica, toda a informação da uva em casa e fornece em troca importantes dados sobre pragas e doenças.

Por seu lado, o VARlab, projeto da Universidade de Aveiro, tira partido da realidade aumentada para resolver os problemas de manutenção e reparação do material agrícola. A Universidade de Évora e o Instituto Politécnico de Portalegre – InovTechAgro apresentaram a app RA Gestão Hídrica da Vinha, uma solução que consegue antecipar as necessidades hídricas da vinha.

Finalmente, do grupo de estudantes do Instituto Superior Técnico chegou o NutriCult, uma aplicação que ajuda os agricultores a perceberem quais as melhores zonas específicas para determinado tipo de culturas, qual a taxa de sucesso de uma plantação nesse espaço e que tipo e quantidade de regas se deverá ter em conta.
Mais notícias